Automóvel Celta vai passar por perícia - Crédito: Polícia Civil

A Polícia Civil, através da 1ª Delegacia de Montenegro, desencadeou na manhã de hoje, quarta-feira, dia 11, a Operação Policial HoTi, visando dar cumprimento a três mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça montenegrina referentes ao homicídio de Tiago dos Santos, de 33 anos. O corpo da vítima foi localizado num valão do bairro Mathias Velho, em Canoas, em 12 de março de 2018, após constar como desaparecido em Montenegro por quase duas semanas.

A identificação do corpo só foi possível através de exame de impressões digitais. Ele morava no bairro Senai, em Montenegro. No julgamento de três acusados de envolvimento no assassinato da pastora Marta Kunzler, quarta-feira passada no Fórum de Montenegro, o nome de Tiago foi citado várias vezes. Ele teria morado com dois dos acusados, que foram condenados. A morte da pastora ocorreu em junho de 2017 e menos de um ano depois Tiago também foi morto. Entretanto, a Polícia descarta relação entre os dois crimes.

Conforme o delegado André Roese, nas diligências realizadas hoje no Bairro Santa Rita, em Montenegro, Tupandi e São Sebastião do Caí, restou localizado e apreendido um automóvel Celta que pode ter sido usado no crime. O carro em breve será submetido à perícia.

Participaram das diligências, além da 1ª DP, policiais da Delegacia Regional, Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), Delegacia da Mulher (DEAM) e das cidades de Pareci Novo e São Sebastião do Caí.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here