Setor de serviços foi o que mais abriu vagas em junho

Crédito: Agência Brasil

Após a criação de 155.123 vagas em maio, o mercado de trabalho formal registrou um saldo positivo de 157.198 carteiras assinadas em junho, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados ontem, pelo Ministério do Trabalho. O resultado do mês passado decorreu de 1.914.130 admissões e de 1.756.932 demissões.

Em junho de 2022, houve abertura de 285.009 vagas com carteira assinada. No acumulado do primeiro semestre de 2023, o saldo do Caged já é positivo em 1.023.540 milhões de vagas. Em igual período do ano passado, houve criação líquida de 1.388.010 postos formais.

A abertura líquida de 157.198 vagas de trabalho com carteira assinada em junho no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foi novamente puxada pelo desempenho do setor de serviços no mês, com a criação de 76.420 postos formais, seguido pela agropecuária, que abriu 27.159 vagas. Já a construção civil gerou 20.953 vagas em junho, enquanto houve um saldo de 20.554 contratações no comércio. Na indústria geral, foram criadas outras 12.117 vagas no mês.

O salário médio de admissão nos empregos com carteira assinada foi de R$ 2.015,04 em junho. Comparado ao mês anterior, houve aumento real de R$ 12,47 no salário médio de admissão, uma elevação de 0,62%.

0 Comentários

Deixe um Comentário

15 − nove =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página