Atos fúnebres de Dom Claudio devem ocorrer em São Paulo, onde foi arcebispo - Crédito: Cleo Meurer/FN

Na manhã desta segunda-feira, dia 4, em São Paulo, faleceu o cardeal Cláudio Hummes. Já há alguns anos ele lutava contra um câncer e acabou não resistindo às consequências da doença. O velório e o sepultamento, segundo familiares, acontecerão na Catedral da Sé, na capital paulista, em horários a serem confirmados.

Nascido em Batinga, interior de Brochier, quando pertencia a Montenegro, Hummes passou parte da infância em Linha Comprida, interior de Salvador do Sul. Muito ligado ao papa Francisco, ele era arcebispo emérito da Arquidiocese de São Paulo e prefeito emérito da Congregação Para o Clero.

Dom Cláudio Hummes foi ordenado presbítero em 1958. A ordenação episcopal, como bispo da diocese de Santo André, foi realizada 1975 e como cardeal arcebispo da Cidade de São Paulo, em fevereiro de 2001. Tinha doutorado em Filosofia e especialização em Ecumenismo. Nos anos 70, atuou como defensor dos direitos dos trabalhadores, período em que criou laços de amizade com o então sindicalista e ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, sendo uma voz de contestação ao regime militar brasileiro.

No conclave de 2005, chegou a ser considerado um dos mais fortes candidatos à sucessão do papa João Paulo II.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here