Vereador Oziel Rangel diz que acusações de embriaguez ao volante e injúria racial são falsas

Vereador postou um vídeo sobre o acidente e acusações que estaria sofrendo - Crédito: Reprodução

Na noite de ontem, sábado, dia 27, o vereador Oziel Rangel (PP), de Capela de Santana, postou um vídeo, em suas redes sociais, falando sobre as acusações de embriaguez ao volante e injúria racial, que resultaram em sua prisão após um acidente ocorrido na noite de quarta-feira passada, 24 de abril, na ERS-240, em Portão. “Sempre fiz questão de dar total transparência dos atos do meu mandato como vereador”, declarou inicialmente, agradecendo a Deus pela vida e dizendo que iria esclarecer sobre o grave acidente que sofreu.

Oziel, no vídeo, voltou a agradecer a Deus pelo fato dele e dos ocupantes do outro veículo estarem todos bem. “Mas lamento e fico triste porque estou sendo vítima de falsas acusações como de embriaguez ao volante e também de injúria racial. Todos sabem, me conhecem e também conhecem a minha família. Jamais insultei alguém, tanto por cor, raça ou ideologia de gênero. Sempre trato a todos de forma igual, pois somos todos pessoas iguais “, afirmou o vereador.

Oziel Rangel agradeceu também as inúmeras mensagens que vem recebendo, com apoio e palavras de carinho, além das correntes de orações. “Agradeço a toda a comunidade que está torcendo por mim”, concluiu.

As acusações

De acordo com ocorrência policial, Oziel Rangel, de 37 anos, apresentava visíveis sinais de embriaguez, mas se recusou a fazer o teste de bafômetro. Ele dirigia um automóvel Renault Sandero e colidiu na traseira de um Fiat Palio, vindo depois a capotar no barranco. Bombeiros Militares de Portão e equipe da concessionária Caminhos da Serra Gaúcha (CSG) compareceram no local. Conforme testemunhas, o condutor do Sandero, que se apresentou como vereador em Capela de Santana, estava bastante agitado e teriam o colocado numa maca.

Foi feito um laudo de constatação de embriaguez ao volante, por parte da Polícia Rodoviária Estadual, em razão do condutor do Sandero apresentar alteração na capacidade psicomotora, estar com olhos vermelhos, veste desalinhada e vontade intensa de urinar em curtos períodos de tempo. Além disso, foi encontrada dentro do veículo uma lata de cerveja vazia.

Também foi feita uma denúncia, por parte de um funcionário da concessionária Caminhos da Serra Gaúcha (CSG), que fazia a sinalização do local, de que teria sido vítima de injúria racial, ao ser chamado de “esse atendente neguinho”. O vereador foi encaminhado para a Delegacia de Pronto Atendimento de São Leopoldo, onde foi lavrada a prisão em flagrante pela Polícia Civil, ficando recolhido a disposição da Justiça. Foi levado depois para o Núcleo de Gestão Estratégica do Sistema prisional (Nugesp), em Porto Alegre. Após audiência de custódia, ganhou o direito de responder ao processo em liberdade.

A reportagem tentou contato com o vereador Oziel Carlebe Rangel e seu advogado de defesa, mas não houve retornou. Oziel foi o vereador mais votado em 2020 na Capela, com 671 votos. No ano seguinte foi também eleito presidente da Câmara e recentemente anunciou que é pré-candidato a prefeito na eleição deste ano.

A concessionária Caminhos da Serra Gaúcha (CSG) emitiu nota sobre o ocorrido. “A CSG repudia qualquer forma de discriminação e lamenta profundamente o fato ocorrido. A companhia está prestando apoio jurídico e psicológico ao colaborador. O caso está sendo tratado pelas autoridades competentes e a CSG continuará acompanhando o desfecho para mais esclarecimentos”, informou.

Carro do vereador de Capela de Santana colidiu na traseira de outro automóvel e depois capotou
– Crédito: PRE

0 Comentários

Deixe um Comentário

11 + treze =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página