Pista de tiro de laço será retirada do Parque Centenário de Montenegro - Arquivo/FN
Após a compra da área do Parque Tio Manduca não ser concretizada e mantendo o interesse em retirar a pista de tiro de laço do Parque Centenário, o prefeito Gustavo Zanatta decidiu criar uma comissão para tratar da busca de uma área de terras adequada para a realização de rodeios e de outros eventos campeiros.  O grupo é formado por 11 pessoas e tem integrantes da Administração Municipal, da Câmara de Vereadores e de entidades tradicionalistas.
De acordo com o assessor especial Tiago Machado, a ideia é buscar várias opções de terrenos que contemplem as necessidades de eventos de grande porte. Segundo ele, não basta ter uma boa “cancha”. “São necessários também espaços para a guarda dos animais, como bois, terneiros e cavalos, de modo que não ofereçam perigo ao público”, ressalta.
Esta, por sinal, é a principal causa da desativação da pista existente no Parque Centenário. O local onde eram realizadas as competições fica próximo à rodovia RSC 287 e qualquer fuga de animais poderia causar acidentes fatais. “Além disso, já houve uma situação em que um boi se soltou e saiu correndo entre os frequentadores do Parque, colocando muita gente em perigo, sobretudo as crianças”, reforça Tiago.
O prefeito Gustavo Zanatta ressalta que o Parque Centenário, em breve, será totalmente “repaginado” e a área onde está a pista de rodeios terá outros aproveitamentos. “Mas nós reconhecemos a importância do tradicionalismo para a nossa identidade e entendemos que a Prefeitura deve trabalhar no sentido de preservar essa cultura”, acrescenta. A criação da comissão foi a maneira encontrada pelo governo para descentralizar e tornar mais participativo o processo de escolha da nova área.
A comissão é formada pelas seguintes pessoas:
Representando a Administração Municipal – Tiago Machado, Manoel Eliseu Selbach (Zeu), Rafael da Cruz e Edson Eggers Machado.
Representando a Câmara de Vereadores – Felipe Kinn da Silva, Juarez Vieira da Silva, Sérgio de Souza e Valdeci Alves de Castro.
Representando os tradicionalistas – Fábio Leite da Rosa, Edgar Barnasque dos Santos e João Marques Duarte da Silveira.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here