Corpo da adolescente de 13 anos foi encontrado na tarde do domingo de Páscoa na margem da RS 122, em Bom Princípio - Crédito: Polícia Civil

O delegado de Polícia de Bom Princípio, Marcos Eduardo Pepe, indiciou por feminicídio e estupro de vulnerável o assassino da menina de 13 anos, morta em Bom Princípio no domingo de Páscoa. O inquérito foi concluído na última sexta-feira e segundo o delegado já foi remetido ao Poder Judiciário, aguardando agora a denúncia do Ministério Público.

O acusado, de 39 anos, está preso preventivamente desde 10 de abril, quando se entregou à Brigada Militar em Teutônia e depois na Delegacia de Polícia confessou os crimes em depoimento ao próprio delegado Pepe. O delegado lembrou ainda que o mesmo indivíduo já tinha outros três antecedentes por estupro, dois deles envolvendo meninas, de 14 e 15 anos. Já tinha inclusive cumprido pena e estava em liberdade condicional quando estuprou e matou a enteada, encontrada morta por estrangulamento próximo da margem do arroio Forromeco e da RS 122, em Santa Teresinha. A menina morava com a mãe e dois irmãos, em Nova Colúmbia. O acusado teve um relacionamento de cerca de um ano com a mãe da vítima.

Para o delegado, o acusado tem pré-disposição de desvio de comportamento. No caso de homicídio qualificado, a pena pode variar entre 12 e 30 anos. E o delegado o indiciou por três qualificadoras. E no caso de estupro de vulnerável, pelo fato da vítima ser menor de 14 anos, pode ter condenação de mais 15 anos. Segundo o delegado, as penas somadas podem ir além dos 45 anos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here