A ponte sobre o arroio Cadeia conta com estrutura de cimento armado e super estrutura metálica Arquivo/FN

A ponte de ferro (com piso de cimento armado, mas com superestrutura metálica) sobre o arroio Cadeia em São Sebastião do Caí foi construída em 1931. Antes a travessia do rio era feita com uma barca; ou a vau, quando o rio estava baixo. Isto se dava no Passo do Cadeia, situado algumas centenas de metros arroio abaixo. A obra vinha sendo reclamada há muito tempo pela população caiense, já que a comunicação por terra para Porto Alegre tinha na travessia do arroio Cadeia um dos seus principais obstáculos (outro era a lomba da Roseta, situada poucos quilômetros adiante).

Desde 1923 a obra havia sido contemplada no orçamento do estado com a verba de 80 mil contos de réis. Mas só oito anos mais tarde, sendo Getúlio Vargas o governador do Estado, a obra foi realizada.

Contava-se antigamente, como fato real, a anedota de que Getúlio (quando era ainda presidente do estado) esteve no local e comentou no armazém de Jacob Klein (situado próximo à ponte, num prédio ainda hoje bem conservado) que brevemente a ponte seria construída. Getúlio não havia se identificado ao chegar no armazém e o comerciante (que era maragato, ou seja, opositor aos governistas chamados de chimangos) desdenhou da profecia. Getúlio, então, se identificou e – irritado com a descrença de Jacob Klein – disse que ele iria ver. E a obra foi realizada rapidamente.

*Getúlio governou o Rio Grande do Sul de 25/01/1928 a 9/10/1930.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here