Foi divulgado nesta quinta-feira o Índice de Participação dos Municípios (IPM) na arrecadação do Estado do Rio Grande do Sul. E como ocorre nos últimos três anos, Bom Princípio manteve a ponta no crescimento do Vale do Caí.

Bom Princípio cresceu, impressionantes, 16,48% em um ano, sendo o quinto melhor crescimento em todo o Estado e o primeiro na região. Mesmo com a preocupação quanto ao impacto na economia decorrente da pandemia do coronavírus, os números mostram um crescimento na ampla maioria dos municípios da região. Alguns que tiveram o fechamento de empresas acabaram sofrendo perdas, mas a grande maioria cresceu.

De acordo com o Secretário Municipal de Finanças de Bom Princípio, Jacob Adelmo Baumgratz, hoje ainda não se pode precisar de qual setor específico vem o maior crescimento do município, mas ele ressalta que o desenvolvimento ocorre de maneira continuada e sustentada. “Enquanto no biênio 2019 e 2020 o Estado cresceu 4,28%, o nosso município teve um acréscimo de R$ 27,92%”, apontou Baumgratz, citando números referentes à economia dos anos de 2019/20, que dão base para o IPM de 2021/22, de maneira correspondente.

Além de Bom Princípio, que teve disparado o melhor desempenho, também Harmonia (10,9%) e Alto Feliz (9,2%) se destacaram. São Sebastião do Caí também teve uma evolução considerável, de 7,24%. Feliz (5,35%) e Vale Real (5,15%) fecham os seis primeiros, com aumento acima dos 5%.

Mesmo os que tiveram índices negativos, como São José do Hortêncio, São Pedro da Serra e São Vendelino, a queda foi muito pequena, o que mostra que a região está tendo um grande crescimento, apesar do segundo ano da pandemia.

Cabe destacar que o índice de crescimento é apenas provisório, já que os municípios poderão entrar com recursos no Estado pedindo revisão do cálculo e apontando seus contrapontos. Em final de novembro, geralmente, é divulgado o índice definitivo (que varia muito pouco, para mais ou para menos, dos números de agora).

O IMP é calculado com base no valor adicionado (diferença entre o valor de entrada da matéria prima e a venda do produto final). Ainda que seja um cálculo complexo, ele é a melhor amostragem do crescimento em números. 

Grande crescimento de Bom Princípio

Na tabela vemos Bom Princípio com um IPM de 0,162657 em 2021 e de 0,189565. Isso mostra o crescimento real. Simplificando, se o Estado dividir um bolo financeiro de R$ 1 milhão (com base no IMP), em 2022 Bom Princípio receberá R$ 1.895,65, isso é 0,189565% do valor total distribuído pelo Estado.

O vice-prefeito João Guilherme Weschenfelder enaltece que o desenvolvimento está baseado ao equilíbrio financeiro dos setores, com crescimento na indústria, comércio, serviços e agricultura. “O nosso povo é empreendedor e isso é a mola propulsora para que os projetos aqui implantados possam dar certo”, cravou Joãozinho.

Para o prefeito Fábio Persch, a realização de parcerias entre município, empresas e entidades também são de grande importância, havendo previsões excelentes de crescimento também para os próximos anos. “Todos os municípios enfrentam dificuldades, como também ocorre com as empresas, assim, apresentamos novos projetos, como o Avante Bom Princípio, e investimos ainda mais em nossa comunidade. Acredito que esse e outros programas possam impactar positivamente também nos próximos anos”, citou o prefeito, lembrando que o crescimento deve ser continuado. Fábio ressalta que o crescimento se dá tendo por base a diversidade dos setores econômicos, isso é, indústria, comércio, agricultura e serviços, tendo, cada qual a sua fatia mercado aquecido e em franca evolução.

O desenvolvimento da economia tem relação direta ao apoio dados às empresas, inclusive com desapropriação de áreas de terras que possibilitaram expansão das mesmas. Outro fator está ligado diretamente à melhor estrutura viária com vias pavimentadas que dão fluidez ao trânsito e ao escoamento da produção e da safra. Segundo o prefeito todos os projetos terão continuidade, inclusive, com abertura de novas ruas, como é o caso do acesso ao Morro Tico-Tico, localidade que tem diversas empresas e hoje carece de nova estrada de ligação com a RS 122, o que é um compromisso da administração municipal para os próximos anos.

O Programa Avante Bom Princípio lançado neste ano ainda não está impactando sobre o IPM de 2022, mas ele e outros haverão de fazer com que o município possa se manter em bom índice de desenvolvimento. “Estamos felizes pelos números apresentados e buscaremos sempre mais, afinal, isso faz aumentar a nossa responsabilidade, afinal, o que se projeta é avançar e trabalhar em favor da nossa comunidade”, citou o prefeito Fábio Persch.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here