Penitenciária do Pesqueiro, em Montenegro, tem cerca de 1800 presos, grande parte do Vale do Sinos - Arquivo/FN

Na mega operação policial realizada ontem, terça-feira, no Rio Grande do Sul e em mais cinco estados, contra uma facção paulista e que atua em conjunto com uma organização criminosa do Vale do Sinos, ocorreram buscas na Penitenciária Estadual de Montenegro.

A Modulada, situada na localidade de Pesqueiro, além de apenados do Vale do Caí, recebe também detentos do Vale do Sinos e outras regiões, tendo atualmente cerca de 1800 presos. Na casa prisional foram apreendidos ontem 14 celulares e anotações, além de outros materiais recolhidos para a investigação.

Foram cumpridos também mandados em outras dez cidades gaúchas, além de em Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Bahia e Pará. A organização criminosa é acusada de movimentar aproximadamente R$ 12 milhões por mês com o tráfico de drogas. A Operação Irmandade, realizada pela Polícia Civil, contou com cerca de 330 agentes de segurança pública.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here