Preso por matar cachorro com facão disse que iria receber 100 reais do “mandante”

Facão foi apreendido com sangue e pêlos do animal, que estava agonizando no pátio de uma casa - Crédito: BM

O homem de 53 anos, preso na tarde da última quarta-feira, dia 23, em Pareci Novo, acusado de matar um cachorro com golpes de facão, disse para policiais militares que iria receber 100 reais para cometer o ato. Ao entregar o facão, sujo de sangue e pêlos do animal, indicou o local em que o cão estava e a guarnição o encontrou agonizando, no pátio da casa do suposto mandante, que teria o “contratado” para o serviço porque o cachorro estaria matando suas galinhas.

A prisão do acusado ocorreu por volta de 15h, na Rua da Praia, perto do centro do Pareci. A Brigada tinha recebido uma ligação telefônica denunciando o caso. O cachorro estava com cortes profundos na cabeça e na pata esquerda. Um veterinário compareceu no local, constatando que não havia mais nada a ser feito diante da gravidade dos ferimentos que o animal possuía. O veterinário aplicou então uma medicação para cessar o sofrimento do cão, o qual logo foi a óbito.

O acusado foi encaminhado foi apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro, onde foi autuado em flagrante por crueldade contra animais e recolhido ao sistema prisional. Conforme a Polícia, neste tipo de crime, que tem o agravante de morte do animal, não existe direito em fiança para responder ao processo em liberdade, pois a pena é superior a 4 anos de reclusão. Sobre o mandante, a Polícia informou que ele foi identificado e será investigando, podendo ser também indiciado.

Quase um ano atrás, em março de 2021, um homem foi preso no interior de Montenegro, após tentar enforcar e degolar um cachorro. Outros casos, de crueldade contra animais, têm gerado repercussão no Estado. No final do ano passado foi destaque o caso de um adolescente de 17 anos acusado de estrangular, bater com martelo e até esquartejar um cachorro, transmitindo a tortura pela internet. Já neste ano um servidor público foi afastado após ser flagrado por imagens de câmeras de segurança batendo com um bastão num cão, o qual não resistiu.

0 Comentários

Deixe um Comentário

14 + 15 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página