Bombeiros Voluntários ajudam no fornecimento de água e limpeza

Bombeiros ajudaram no abastecimento da estação de tratamento de água da Corsan do Caí - Crédito: Castor Becker Junior

Mesmo após dezenas de resgates e salvamentos na enchente, os Bombeiros Voluntários continuaram atuando nesta segunda-feira, dia 20, em São Sebastião do Caí

Numa das ações, os bombeiros ajudaram no abastecimento da estação de tratamento de água da Corsan do Caí. Foi uma maneira dos bombeiros ajudarem a companhia de abastecimento a fornecer ao menos uma hora de água para a cidade, onde as pessoas aguardavam para limpar suas casas, tomarem banho e outros usos. Isso enquanto a Corsan se esforçava para reativar a estação de bombeamento de água junto ao Rio Caí, onde o sistema acabou danificado pela enchente histórica da cidade. A água foi buscada junto à empresa SGS Polímeros, que cedeu água de seus reservatórios para a operação.

Água do lago de uma pedreira está sendo usada para a limpeza de prédios públicos – Crédito: Castor Becker Junior

Outra situação foi a estação de abastecimento de viaturas montada pelos bombeiros voluntários em uma antiga pedreira da cidade, que se transformou em uma lagoa. A estação foi montada com o mesmo sistema de bombeamento do Corpo de Bombeiros Voluntários de Rolante que havia sido usado para ajudar na limpeza das ruas e casas de Muçum, na cheia de setembro. O sistema com capacidade para 80 mil litros por hora foi suficiente para abastecer em alguns minutos os caminhões dos bombeiros voluntários de São Sebastião do Caí, Rolante, Garibaldi e Nova Petrópolis que participaram da força-tarefa para limpeza de prédios públicos e vias da cidade. A operação teve ainda o apoio da empresa Jacumel Guindastes, que cedeu o caminhão muck para a mangueira de abastecimento das viaturas.

O Rio Grande do Sul tem cerca de 50 corpos de bombeiros voluntários, que são corporações de bombeiros formadas equipadas e mantidas por suas próprias comunidades. Compostas totalmente por pessoal civil, com gente de diversas profissões que prestam serviço às suas comunidades, treinados para atendimento a incêndios, acidentes e outras ocorrências, além de operações de defesa civil. Que no ano passado atenderam a mais de 37 mil ocorrências de diversos tipos.

0 Comentários

Deixe um Comentário

5 × 3 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página