Corsan faz procedimentos na rede para regularizar abastecimento

Reprodução/FN

Equipes da Corsan estão trabalhando para minimizar os danos causados pelas cheias do rio Caí. Os sistemas de bombeamento que abastecem as estações de tratamento de água (ETAs 1 e 2) estão submersos e com falhas operacionais, o que compromete a distribuição de água em toda a cidade.

Além disso, o acesso às ETAS está dificultado e precisa ser feito com o uso de barco. Profissionais da Corsan estão fazendo manobras nas duas áreas atingidas para reiniciarem a operação. Entretanto, a normalização efetiva só será possível quando o nível da cheia diminuir.

Devido ao transbordamento do Caí, as bombas de distribuição de água não estão funcionando e, por questões de saúde e segurança pública, será necessário esperar o recuo do rio para reativar o sistema. Também serão necessários procedimentos de higienização para garantir a qualidade da água.

Depois da limpeza dos equipamentos da rede que entraram em contato com a cheia, será feito o expurgo, processo que retira a água contaminada da tubulação até haver condições para consumo.

Para mais informações, a Unidade de Saneamento de Montenegro, na Rua Olavo Bilac, 1416 (Centro), está à disposição para sanar dúvidas e prestar esclarecimentos. Podem ser feitos contatos também pelos canais de relacionamento da Companhia com os clientes: app Corsan, site www.corsan.com.br (na Unidade de Atendimento Virtual), ligações gratuitas pelo 0800.646.6444 e WhatsApp (51) 99704-6644.

0 Comentários

Deixe um Comentário

vinte − 12 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página