Mais uma vez o Vale do Caí é destaque na geração de empregos

Após as dificuldades impostas pela pandemia, principalmente em 2019, quando na maioria dos municípios ocorreram mais demissões do que contratações, nos anos seguintes houve uma retomada e recuperação do mercado de trabalho. E em 2022 os dados divulgados pelo Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio Caí (Codevarc), com base nos números informados pelo Ministério do Trabalho e Previdência, apontam um saldo positivo de 1.838 empregos, na diferença entre admissões e desligamentos, somando as vinte cidades integrantes da Associação dos Municípios do Vale do Rio Caí (Amvarc).

Os números ficaram abaixo dos 2.274 do saldo de empregos de 2021, mas mesmo assim mostram que a região vem numa evolução, com o cenário positivo na retomada da economia e a volta da confiança nos investimentos. Cabe lembrar que no ano passado houve um período de instabilidade devido as incertezas decorrentes do ano eleitoral, incluindo aumento na taxa de juros e da inflação. A expectativa é de novo avanço agora em 2023.

Montenegro, que é a maior cidade da região e tem o principal parque industrial, teve o maior saldo de empregos positivos, com 1.016, um pouco abaixo dos 1.065 do ano anterior, mas bem acima dos 163 de 2020. O município soma atualmente 20.514 trabalhadores com carteira assinada. Portão, que aparece em segundo no número de trabalhadores formais, também teve queda em relação a 2021. São Sebastião do Caí obteve uma boa recuperação, pois teve um desempenho ruim de saldo negativo de 162 no ano retrasado e agora em 2022 o saldo foi positivo de 22, somando um total de 6.480 trabalhadores com carteira assinada. Bom Princípio, que vinha numa crescente, com 340 de positivo em 2021, no ano passado baixou para 51. E a Feliz também teve queda, de 64 de saldo positivo no ano retrasado para 3 negativo em 2022. Outros que tiveram quedas expressivas, conforme a tabela, foram Capela de Santana, Pareci Novo, São Pedro da Serra e Tupandi. Já quanto aos que tiveram crescimentos consideráveis estão Salvador do Sul, São José do Hortêncio, Maratá, Vale Real e São Vendelino.

Importante analisar a tabela e ver a evolução do emprego formal no Vale do Caí nos últimos quatro anos (2019 a 2022).

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

12 + 4 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página