Com o início de um novo ano, surgem também novas metas: começar a ler mais, se exercitar todos os dias, melhorar a alimentação… a lista não acaba. Entretanto, a maior dificuldade está na hora de executá-las. Grande parte das pessoas relatam que não conseguem pôr em prática os seus objetivos, e isso ocorre por um motivo: falta de disciplina.

Nossa sociedade vive hoje a era digital, tudo é muito rápido, e a probabilidade de começarmos várias coisas ao mesmo tempo e não terminarmos nenhuma delas é muito grande. Nesse ponto, se faz necessário ter disciplina. Mas, afinal, o que é disciplina?

Pode parecer uma pergunta tola, mas é necessária, afinal, ser disciplinado não se resume a acordar com antecedência e ser assíduo no trabalho. Na verdade, a disciplina começa em hábitos banais, vai desde arrumar a cama até saber administrar a própria vida.

Em suma, tudo exige disciplina, e para conquistá-la, é preciso praticar, exatamente como funciona com nosso corpo: para atingir uma boa saúde, é necessário se exercitar diariamente.

Alguém disciplinado é aquela pessoa que, mesmo nos dias que está sem disposição, cumpre suas obrigações. Ela organiza o ambiente, mesmo que não queira, porque sabe que aquilo é necessário. E é esse o exercício que deve ser praticado de maneira constante: fazer, muitas vezes sem pensar muito para evitar a desistência. Acontece que poucos resistem à tentação do “ah, não vou fazer isso hoje, amanhã eu faço”. E é por isso que tornar-se um ser disciplinado é uma tarefa difícil, pois é preciso vencer a procrastinação.

Já recebi algumas perguntas sobre como iniciar um hábito de leitura diário, e minha resposta é sempre a mesma: crie o hábito através da disciplina, comece e não pare, repita todos os dias. E o segredo para realizar quaisquer objetivos (seja criar um novo mindset ou atingir alguma meta) se resume a isso. A disciplina tem um poder fundamental em nossas vidas, e por isso pessoas indisciplinadas estão fadadas ao fracasso. Em minha perspectiva, indivíduos disciplinados podem ser mais bem-sucedidos do que pessoas inteligentes.

Então, antes de definir as metas, deve ser priorizada a construção do hábito e da disciplina para alcançar tais objetivos. É fato: nosso cérebro pode se acostumar com um novo comportamento, e isso ocorre graças à neuroplasticidade.

A neuroplasticidade é a capacidade que o cérebro tem de mudar constantemente e se adaptar a novas formas de agir e pensar. Entretanto, para que isso aconteça, é preciso mostrá-lo continuamente a nova forma de se comportar (quem você quer ser), isto é, criar um hábito e seguí-lo.

Para termos novas atitudes devemos ter constância para que o cérebro entenda e crie novos caminhos neurais. E é por isso que é difícil criar um novo hábito: deve haver persistência, e é nesse momento que muitas pessoas falham. Então, aqui, mais uma vez, se mostra a necessidade da disciplina.

Portanto, mais do que criar metas, para este novo ano é preciso criar um plano de ação e, principalmente, a disciplina para alcançarmos nossas metas e quem queremos nos tornar.

Geórgia Eduarda tem apenas 18 anos de idade e já está escrevendo um livro sobre educação e um e-book sobre bolsas integrais para quem deseja cursar a graduação nos Estados Unidos. 

A jovem ainda foi aceita em um programa do The New York Times e irá passar 6 semanas aprendendo com alguns dos maiores profissionais do mundo.

Além de compartilhar conhecimento e oportunidades educacionais em seu Instagram (@studiesbygeorgia), ela é fundadora de um grupo de debates online intitulado “Projeto Future Minds”, que já está em sua 2ª edição e  conta com jovens do Brasil e de outros países da América Latina.

Geórgia também é co-fundadora do Programa Jovens no Exterior, um departamento fundado juntamente com outros 3 jovens em uma escola pública da região metropolitana de Porto Alegre. Na iniciativa, eles auxiliam e orientam semanalmente, de maneira 100% gratuita, estudantes desse colégio a se candidatarem para universidades nos Estados Unidos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here