Vereadora Camila obtém liminar na Justiça no processo de impeachment contra ela

Defesa alega que vereadora Camila estava internada em Porto Alegre e por isso não prestou depoimento na comissão processante - Crédito: Guilherme Baptista/FN

Ontem, segunda-feira, a vereadora Camila Oliveira (Republicanos) obteve um mandado de segurança com relação ao processo de impeachment contra ela na Câmara de vereadores de Montenegro.

A Justiça deferiu liminar solicitada pela vereadora revogando decisão da comissão processante que não teria acolhido atestado médico de internação. Para a Justiça, isso a impediu de comparecer à audiência de 13 de dezembro em que seria tomado o seu depoimento. Também a Justiça revogou nomeação de defensor dativo, mantendo o mesmo advogado que já vinha atuando na defesa.

Nove testemunhas de defesa foram ouvidas, assim como o denunciante, sobre o caso dos vídeos polêmicos, gravados no gabinete da vereadora na Câmara, junto com duas jovens, com músicas consideradas ofensivas na denúncia.

0 Comentários

Deixe um Comentário

12 − 9 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página