Falta de ônibus dificulta o transporte dos universitários - Reprodução/FN
O serviço de transporte para as universidades, tanto dentro quanto fora do município de Montenegro, é um benefício que deveria atender a comunidade acadêmica, facilitando o deslocamento da residência ou trabalho até o campus.
Em Montenegro, estudantes universitários fazem manobras a cada início de ano para ter transporte até suas faculdades. No município a Vimsa (Viação Montenegro) faz as linhas urbanas, até o campus da UNISC e, também, para outros municípios que contam com centros universitários. No entanto, estas linhas foram cortadas. Uma das justificativas da empresa é de que, desde 2009, há um déficit de público e o retorno financeiro é muito baixo.
Ao longo dos últimos anos a situação se agravou. Em 2020, por exemplo, estudantes da ULBRA foram pegos de surpresa quando a empresa cortou o transporte do seu itinerário. Agora, com o retorno das aulas a linha urbana, que leva os estudantes até a UNISC já está funcionando. No entanto, os universitários da UERGS ainda não têm como se deslocar até Porto Alegre, por exemplo, por que a linha das 22h30, que sai de Montenegro até a capital, não está sendo realizada.
Foi pensando em encontrar uma solução, que atenda aos anseios dos estudantes que dependem do transporte para estudar, que o presidente da Câmara de Vereadores, Talis Ferreira (PP), solicitou o agendamento de uma reunião com representantes da Prefeitura, da VIMSA e da Metroplan.
O requerimento para a realização da reunião foi aprovado pelos vereadores na sessão ordinária da última quinta-feira, dia 3. O encontro deve acontecer na Câmara nos próximos dias.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here