Campus da Uergs funciona no prédio da Fundarte faz cerca de vinte anos - Guilherme Baptista/FN

Na próxima quarta-feira, dia 29 de junho, às 18 horas, acontece uma audiência pública na Câmara de Vereadores de Montenegro para discutir o risco de fechamento do campus da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) que funciona na Fundarte. A audiência foi solicitada pela deputada estadual Juliana Brizola (PDT), após requerimento encaminhado pelo vereador Paulo Azeredo, sendo aprovada na Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa.

Ontem, terça-feira, integrantes do poder público municipal receberam representantes do diretório acadêmico do campus de Montenegro da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs. A visita foi para convidar a Administração a participar de audiência pública e tratar de outros assuntos sobre a instituição. Ezequiel Souza, Luís Felipe Fernandes e Tiago Martinelli entregaram ao prefeito Gustavo Zanatta e ao vice, Cristiano Braatz, um ofício convidando ambos a participarem da audiência pública que debaterá o risco de fechamento do campus da Uergs em Montenegro. Além do convite, os estudantes e os membros da Administração conversaram sobre a importância da permanência da faculdade no município.

Segundo o prefeito, é um desejo da Administração que a Uergs continue em Montenegro. “Faremos o que estiver ao nosso alcance para que a universidade permaneça no município”, enfatizou. Outras reuniões envolvendo políticas de permanência do estudante também já foram marcadas pelo gabinete e acontecerão nos próximos dias.

A Uergs está em Montenegro faz cerca de vinte anos e ministra quatro cursos de graduação de Pedagogia da Arte, com Licenciaturas em artes visuais, dança, música e teatro. Também possui cursos de pós-graduação e de extensão. Em vários momentos se temeu pelo fechamento do campus em Montenegro, o que não se concretizou graças a mobilização de alunos, professores e comunidade. No ano passado, com o acordo judicial que repassava a estrutura física da Fundação de Ciência e Tecnologia (Cientec) para a Uergs, foi anunciado pelo Estado que campus do interior, como de Montenegro, ocupasse o espaço na capital. Chegou também a ser lançado um abaixo-assinado pela permanecia da Uergs em Montenegro.

1 COMENTÁRIO

  1. Desde os meus 13/14 anos penso em fazer a Uergs por ser acessível e perto da minha casa, agora que estou me formando do Ensino Médio querem tirar ela do seu devido lugar???? Um absurdo!!! Montenegro deixará
    de ser Cidade das Artes?!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here