O fundador da Livraria Selbach foi o comerciante de Santa Terezinha (Bom Princípio) chamado Jacob Selbach Junior Foto: Nossa Porto Alegre/Facebook

A Livraria Selbach, de Porto Alegre, teve importante papel na edição de livros didáticos e outras obras fundamentais sobre a cultura riograndense, como é o caso dos livros escritos pelo padre Carlos Teschauer.

O fundador da Livraria Selbach foi o comerciante de Santa Terezinha (Bom Princípio) chamado Jacob Selbach Junior. Um grande líder e empreendedor que, infelizmente, morreu jovem, aos 57 anos, vitimado por uma apendicite. Seu neto Jacob Christiano Selbach relata a iniciativa de Jacob Selbach Junior da seguinte forma:

“Em 1903, Jacob Selbach Junior, sensibilizado pela carência de livros escolares nacionais e a falta de bons livros de leitura em português, que em geral eram importados e, em francês e alemão, decidiu entrar no ramo gráfico.

Tornou-se sócio da Livraria João Mayer, de Porto Alegre, que depois transformou-se na Livraria Selbach, a verdadeira precursora no Ministério da Educação e Cultura na edição de material escolar. A Livraria Selbach permaneceu nas mãos de seus filhos e netos até o ano de 1968, quando foram encerradas suas atividades. É incontestável o prestígio e os benefícios da Livraria Selbach nos seus 65 anos de trabalho.”

 

 

Texto extraído da página NOSSA PORTO ALEGRE no Facebook

Selbach & Cia. – Esta casa foi fundada em 1888 por João Mayer Junior, ao qual se associou, em 1903, Jacob Selbach Junior, constituindo a firma Selbach & Mayer. Em 1907, faleceu o sócio Jacob Selbach Junior, ficando então a fazer as suas vezes seu filho o sr. Affonso Selbach. Retirando-se, em julho de 1910, o sócio João Mayer Junior, extinguiu-se a firma Selbach & Mayer, e o sr. Affonso Selbach continuou com a casa sob a sua firma individual até 1º de abril de 1911, quando admitiu como sócio o sr. José Rodrigues da Fonseca. Constituiu-se então a firma Selbach & Cia.

Gira esta firma com o capital de Rs. 460:000$000, inclusive o valor do prédio que ocupa e que é de sua propriedade. Possui uma livraria, em que são editados os principais livros escolares adotados nas aulas públicas do estado e nos principais estabelecimentos de ensino dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia.

Além dos demais artigos concernentes à livraria, como objetos para escritório e utensílios escolares, tem a casa depósito de objetos para culto católico, miudezas, artigos de bazar, máquinas de costura e pertences para as mesmas. Possui ainda uma fábrica de cartonagem, encadernação, pautação, fábricas de livros em branco e sinetes de borracha, tudo movido à força elétrica. Dispõe de 35 empregados, sendo 21 homens e 14 mulheres.

As mercadorias são vendidas no interior deste estado e nos estados de Santa Catarina e Paraná, por empregados viajantes. Como cima ficou dito, os livros editados pela casa são vendidos também em outros estados. A casa, que está situada à Rua Marechal Floriano, 92 e 94, importa a maior parte das mercadorias da Alemanha e França mas compra também na Inglaterra, Áustria, Itália e Suíça.

O sr. Affonso Selbach nasceu em São João do Montenegro (estado do Rio Grande do Sul) em 1877. Completou os seus estudos no Ginásio Conceição, em São Leopoldo, no ano 1896. Logo depois abraçou a carreira comercial, que iniciou em Porto Alegre, entrando para a casa Ernesto Haeussler & Cia. Quatro anos mais tarde, foi convidado para trabalhar na extinta firma H. D. Mayer, convite que aceitou. Em ambas as casas teve ocasião de viajar, chegando a conhecer todos os centros comerciais do interior do interior do estado do Rio Grande do Sul, conhecimentos esses que muito lhe valeram no futuro.

Em 1903, assumiu, convite de seu pai, a direção do escritório da firma Selbach & Mayer, de que aquele era sócio. Falecendo seu pai, em 1907, substituiu-o na firma até 1910, quando esta se extinguiu, com a retirada do sócio J. Mayer Junior. O sr. Affonso Selbach continuou com o mesmo estabelecimento comercial, sob a sua firma individual, até 1º de abril de 1911, dia em que admitiu como sócio o sr. José Rodrigues da Fonseca, constituindo-se então a firma Selbach & Cia. O sr. A. Selbach é atualmente diretor da Praça do Comércio de Porto Alegre.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here