Quem estiver de carro vai no drive-thru do Parque Centenário e a pé na Estação da Cultura - Crédito: Prefeitura

A chegada de um novo lote de vacinas da Coronavac ao Rio Grande do Sul deve permitir colocar em dia a imunização das pessoas que estavam em atraso com a segunda dose. Também prossegue a aplicação da segunda dose da Oxford e a vacinação das pessoas com comorbidades.

Em Montenegro chegaram a se formar enormes filas no fim de semana para garantir a vacina. E um novo esquema de vacinação está sendo organizado na cidade para a próxima quinta e sexta-feira, dias 20 e 21, quando serão vacinadas as pessoas que receberam a primeira aplicação nos dias 3, 4 e 5 de abril, ou antes. A vacinação em Montenegro agora vai ocorrer na parte da tarde, entre meio-dia e 18 horas, em dois locais: no Parque Centenário terá o drive-thru, com as pessoas não precisando sair do carro, e para quem estiver a pé a vacinação vai ocorrer na Estação da Cultura.

Em São Sebastião do Caí teve Dia D de vacinação no último sábado, dia 15, com drive-thru no Parque Centenário para aplicação da segunda dose da Coronavac para pessoas a partir dos 66 anos que tenham recebido a primeira aplicação em 29 e 31 de marços ou antes. Agora com mais vacinas este número será ampliado.

Os demais municípios, na medida em que vão chegando mais vacinas, também vão ampliando a imunização. Também prossegue a vacinação contra a gripe, beneficiando Crianças de 6 meses a 6 anos incompletos, gestantes, puérperas, profissionais da saúde, idosos com mais de 60 anos e professores de qualquer idade.

Óbitos

A preocupação é com a possibilidade de uma nova onda, vindo a aumentar o contágio da Covid-19. Além disso, com a queda na temperatura aumenta a ocupação nos hospitais com outras doenças. Por isso a população deve seguir em alerta, mantende e reforçando as medidas de prevenção.

Os óbitos de pacientes com coronavírus continuam. Mais um foi confirmado na última segunda-feira em Montenegro, de uma mulher de 66 anos, com o município chegando a 138 desde o início da pandemia. Brochier, que só tinha um óbito, teve mais duas mortes de idosas no último fim de semana, devido a um surto num asilo. Alto Feliz também teve a confirmação de um terceiro óbito. E na quarta-feira passada o Caí confirmou mais duas mortes, de um homem de 69 anos e uma idosa de 86, totalizando agora 45 em um ano.

O Vale do Caí, até o início desta semana, somava 411 óbitos de pacientes com coronavírus, desde maio do ano passado.Além disso, são cerca de 24 mil casos confirmados, dos quais em torno de 21 mil estão recuperados.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here