Reprodução/FN

Na medida em que a vacinação avança, caem os índices de internações e óbitos decorrentes da pandemia. Isso comprova como é importante se vacinar, independente de qual vacina, já que todas têm eficácia comprovada.

Com mais lotes de vacinas chegando, os municípios estão mobilizados para atingir o maior número de pessoas. Em São Sebastião do Caí, por exemplo, estão sendo vacinadas pessoas a partir dos 43 anos na Secretaria da Saúde (diariamente) e nos postos de saúde (com agendamento). E nesta quarta-feira, dia 30, terá horário estendido na Secretaria da Saúde, com atendimento das 16h30 às 21h. Já Montenegro aplicou vacinas durante todo o final de semana e nesta terça-feira está com drive-thru no Parque Centenário das 8h às 16h, que estiverem de carro ou a pé, a partir dos 45 anos e a segunda dose da Coronavac e Oxford, além de puérperas e lactantes nos postos de saúde Industrial e Santo Antônio. Demais municípios também estão ampliando a vacinação, conforme a disponibilização de doses, o que pode ser conferido no facebook e sites das Prefeituras. E a expectativa é de receber mais lotes para beneficiar mais grupos e faixas etárias.

Internações e óbitos caíram

Com cerca de 40% dos gaúchos tendo recebido pelo menos uma dose e 16% as duas aplicações, os hospitais estão tendo menos leitos ocupados por casos graves de coronavírus. No Hospital Montenegro (HM), semana passada a ocupação na UTI era de 100% e ontem baixou para 70%, enquanto fora da UTI estava em 36%. No Hospital Unimed, também em Montenegro, a ocupação de leitos de UTI está em 60%. No Hospital Sagrada Família, do Caí, conforme o site da Secretaria Estadual da Saúde, a ocupação está em 47,4% com casos confirmados e suspeitos de coronavírus. O problema é que com a queda na temperatura, aumentou também a hospitalização de pacientes com outras doenças.

As mortes de pacientes diagnosticados com coronavírus diminuíram, mas os registros seguem ocorrendo. Portão, por exemplo, registrou mais seis óbitos ontem. Vale Real, Harmonia, Capela de Santana e Barão registraram mortes nesta última semana. Até ontem, segunda-feira, os vinte municípios do Vale do Caí somavam 468 mortes desde o início da pandemia, além de cerca de 28 mil casos confirmados, dos quais em torno de 26,5 mil estão curados.

Importante manter e reforçar as medidas de prevenção, como o uso de máscara, distanciamento, higiene e limpeza. E fazer vacina quando chegar à vez. Também e importante as pessoas dos grupos prioritários fazerem a vacina contra a gripe, que vai até 9 de julho e está com baixa procura.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here