Capela de Santana reclama das constantes faltas de luz

Encontro teve participação do deputado Issur Koch, prefeito Alfredo Machado, vereadores, representantes da RGE e comunidade - Reprodução/FN

Em reunião realizada ontem, quinta-feira, dia 3, lideranças de Capela de Santana cobraram da RGE uma solução definitiva para as constantes faltas de luz no município. Organizado pelo deputado estadual Issur Koch por solicitação da Administração Municipal e Câmara de Vereadores, o encontro online contou com a participação do prefeito Alfredo Machado, vice-prefeito Pedro Oddone, todos os vereadores (Cleomar, Dilceu, Felipe, Júlio Cezar, Leonel, Lori, Maria Elena, Oziel Rangel e Volmir), o gerente de Relacionamento com o Poder Público da RGE, Cristiano Pires, empresários e comunidade.

De acordo com o prefeito, os capelenses não aguentam mais conviver com a falta de energia. “Não há mais o que conversar; precisamos de solução de parte da RGE. Basta dar um vento para sabermos que vai faltar luz em Capela. Isso tem afetado a vida de todos – empresas e população em diferentes pontos da cidade. Isso precisa mudar!”, enfatizou.

Os problemas, segundo os depoimentos, acontecem nos Bairros Divisa, Paquete, Passo da Taquara, Manduca, Barragem, Assentamento São José, entre outros. “No último temporal, os produtores de leite do Assentamento ficaram dois dias sem luz; Famílias precisaram colocar alimentos fora porque estragaram. E quem paga este prejuízo?”, questionou Alfredo. O vice-prefeito Odone reconheceu as melhorias realizadas nos últimos anos, mas pediu novos investimentos. “O problema na área central da cidade foi resolvido, mas há casos graves pelas demais localidades e que cobram uma resposta imediata da RGE”, analisou. “Além do interior do município, nossos bairros são afetados com um simples vento, como o Privamera, Bosque, Centro, entre outros. Os moradores ficam sem energia e o comércio tem prejuízos. Nós reconhecemos o que foi feito na avenida, mas precisamos ampliar”, destacou o vereador Cleomar.

PREJUÍZOS

Presente à reunião, o empresário Francisco Stürmer, proprietário de uma microcervejaria, disse que ficou dois dias sem energia na empresa. “Se não tivéssemos gerador próprio, teríamos perdido 80 mil litros de cerveja”, apontou. O vereador Oziel lembrou que a Resolução 414 da Anatel determina que as companhias precisam restabelecer a energia em 24h na área urbana e em 48h na área rural. “Não tem ocorrido isso. As pessoas já sabem que qualquer mudança de tempo irá causar a falta de luz. É hora de resolvermos esta questão, não dá mais”.

A vereadora Lori destacou que percorreu diversas localidades com o consultor regional da empresa, André Silva, constando os problemas. “Estivemos em todo interior apontando os problemas. O fato é que a rede está defasada há 20 anos e não suporta a demanda. Há um estado de calamidade no fornecimento de energia e Capela espera por uma solução há anos!”.

PLANO DE TRABALHO

O consultor da RGE afirmou que a empresa tem cumprido as determinações da Anatel para o município, mas reconheceu problemas. “Temos realizado melhorias, as quais são reconhecidas pelo vice-prefeito. Nos últimos três anos, foram R$ 5,6 milhões investidos em Capela de Santana”, explicou.

Issur Koch saudou as melhorias, porém, destacou que os esforços da companhia não têm atendido a necessidade da comunidade. “Parece claro diante das reclamações que o que está previsto em contrato não cumpre com a expectativa e a exigência da população. Precisamos saber quais os próximos passos e apresentar um plano de trabalho para solucionar esta questão”.

Cristiano Pires solicitou que sejam apresentados códigos de consumidores afetados para a empresa, em até 20 dias, fazer um levantamento dos problemas e apresentar uma proposta. “Se for preciso antecipar investimentos, vamos fazê-los, mas precisamos destas informações para podermos traçarmos uma linha de ação”, concluiu.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página