Lucro do FGTS vai ser distribuído aos trabalhadores

O Conselho Curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) decidiu ontem, terça-feira, dia 25, que vai distribuir 99% do lucro líquido do fundo aos trabalhadores. O repasse será de R$ 12,7 bilhões para 217 milhões de contas vinculadas ao fundo.

Todas as pessoas com contas vinculadas no FGTS em 2022, sendo ativas ou inativas, com saldo em dezembro, poderão receber parte do lucro. O dinheiro será creditado até 31 de agosto nas contas do fundo do trabalhador, mas só pode ser sacado dentro das regras de saque do FGTS, como em caso de demissão sem justa causa, aposentadoria, compra da casa própria e doença grave. A distribuição será dividida proporcionalmente, ou seja, quanto maior o saldo da conta vinculada ao FGTS, mais o trabalhador irá receber. A rentabilidade do FGTS inclui 5,79% da inflação do ano passado mais 1,3% de ganho real.

No ano passado, o lucro distribuído foi de R$ 13,2 bilhões, 99% do total, para 106,7 milhões de trabalhadores. Em 2021, o resultado positivo distribuído foi de R$ 8,1 bilhões, 96% do total. O repasse em 2020 foi de R$ 7,5 bilhões, equivalentes a 66,2% do resultado positivo em 2019, de R$ 11,3 bilhões. O lucro repassado é sempre referente ao ano anterior. Por lei, o lucro não pode ser 100% distribuído. Por isso, o índice da divisão deve ser definido pelo conselho curador do fundo.

O trabalhador pode verificar o saldo no fundo por meio do aplicativo FGTS, disponível para os telefones com sistemas Android e iOS, ou pelo site da Caixa. Também pode consultar o FGTS no site: www.fgts.gov.br. Para saber quanto vai receber o trabalhador deve multiplicar o saldo de sua conta em 31 de dezembro do ano passado por 0,02461511. Isso significa que a cada mil reais de saldo receberá R$ 24,61.

0 Comentários

Deixe um Comentário

3 × 4 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página