Prisão e apreensão de arma, motor e objetos oriundos de caça ilegal, ocorreu durante buscas de barco pelo rio Caí - Crédito: Patram

O 1º Pelotão Ambiental da Brigada Militar do Vale do Caí, com sede em Montenegro, realizou na tarde de ontem, quarta-feira, dia 3, a prisão de um indivíduo acusado de caça ilegal, com abate de animais silvestres, além de receptação de um motor elétrico furtado durante a madrugada e posse ilegal de arma de fogo.

Peles de animais silvestres e espingarda estão entre os objetos apreendidos
– Crédito: Patram

Conforme o comandante da Patram, tenente Luis Fernando da Silva, a prisão aconteceu na margem direita do rio Caí, quase na divisa entre os municípios de Capela de Santana e Nova Santa Rita. Os policiais militares estavam de barco verificando sobre denúncia do furto de um motor de bombeamento de água numa fazenda de Capela de Santana. O equipamento é avaliado em cerca de 20 mil reais. Numa casa do acusado os PMs citam que encontraram espingarda calibre 24 municiada com oito cartuchos, além de munição de calibre 28, peles de diversos animais silvestres, como jacaré, raposa e capivara, animais silvestres empalhados, mais patas e dentes de animais, corujas mortas dentro de um freezer, redes de pesca, fardamento do Exército e armadilhas para captura de animais.

Patram também apreendeu motor furtado
– Crédito: Patram

O acusado alegou que teriam deixado o motor no local. O acusado e os materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de São Leopoldo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here