Morador de Farroupilha conta como pegou criança que estava com assassino da mãe

Resgate ocorreu na Piedade (foto) após feminicídio em Araricá e depois acusado capotou caminhonete e fugiu para o mato - Reprodução/FN

A despedida de Deise Silva de Oliveira, de 28 anos, acontece na manhã de hoje, terça-feira, às 9h, no Cemitério Municipal de Araricá. Ela foi assassinada pelo ex-marido em Araricá, no Vale do Sinos. Depois o acusado, de 41 anos, fugiu com um filho do casal, de apenas 2 anos de idade, em direção a Serra. A criança foi deixada num posto de gasolina da margem da RS 122, em Piedade, próximo da divisa de São Vendelino com Bom Princípio.

Um morador de Farroupilha, de 25 anos, conta que estava no posto para abastecer, após fazer treinos de bicicleta na Feliz, quando chegou uma caminhonete GM S10 branca e o motorista pediu para pegar um menino que estava no veículo. “Achei que estava brincando ou a criança se engasgado”, recorda. Mas aí viu que a criança estava só de fralda, com sangue no nariz e pés, provavelmente de sua mãe ou de ter se debatido no veículo. Lembra que o motorista estava armado e gritava dizendo que tinha matado sua mulher e mandando pegar o menino. Cita que a criança chamava todo tempo pela mãe. E o motorista saiu em alta velocidade.

Acusado deixou criança de 2 anos num posto de combustíveis (foto) e fugiu da Polícia, mas acabou capotando e indo para o mato onde foi preso
– Reprodução/FN

Em vídeos, gravados nas redes sociais, o morador de Farroupilha relatou os momentos de tensão. “Chorei muito. Cumpri meu dever. Foi um dia que marcou minha vida. Espero que o menino tenha muita luz na vida dele e possa ser feliz”, deseja, lembrando que o garoto estava muito assustado. Quando a Polícia chegou, logo avisou sobre o feminicídio e as buscas ao acusado, pai da criança e companheiro da vítima. Pai também de uma criança pequena, o ciclista diz que foi um momento muito marcante. “Eu estava sozinho no posto e quando vi tinha um bebê cheio de sangue no meu colo”, conta.

Vídeos de câmeras de segurança do posto mostram o momento que a caminhonete parou e a criança foi retirada do veículo. A caminhonete foi monitorada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Brigada Militar, que realizaram uma barreira em Carlos Barbosa, mas o acusado conseguiu fugir e tomou novamente  a direção do Vale do Caí. Em São Vendelino o acusado capotou o veículo num matagal. Após fugiu para o mato. No local ocorreu então um cerco de mais de 4 horas com a participação de policiais militares da região e da Serra até o acusado ser preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro. Já o menino recebeu o acompanhamento do Conselho Tutelar de Bom Princípio, que entrou em contato com seus familiares e foi entregue para uma tia materna.

Conforme foi apurado, a vítima, que trabalhava num salão de beleza, era casada com o acusado, e deixou cinco filhos, entre eles um bebê de dez meses. O casal estaria em processo de separação e o acusado teria falado aos policiais que teria sido motivado por ciúme. Mas na Delegacia optou por ficar em silêncio, sendo posteriormente recolhido ao sistema prisional. A Polícia acredita que ele tenha matado Deise dentro do carro, na frente do filho, com tiro na cabeça, e deixado ela na rua, em Araricá. Ela foi socorrida por populares e levada para um posto de saúde, onde chegou sem vida. Segundo a Brigada, o acusado já tinha antecedente por ameaças, enquadrados na Lei Maria da Penha de violência contra a mulher. Inclusive a vítima tinha medida protetiva em razão das ameaças Em seu facebook ele consta como médium espiritual residente em Novo Hamburgo. Além do feminicídio pela morte da mulher, foi indiciado por abandono de incapaz por ter deixado uma criança abandonada num posto de combustíveis.

fr

0 Comentários

Deixe um Comentário

10 + quinze =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página