Despedida de jovem que morreu após colisão de motos será nesta sexta-feira

O velório de Sélia Carolina Krahl, de 25 anos, está previsto para iniciar no feriado da noite de hoje, quinta-feira, dia 8, a partir das 21h30, na Funerária Vargas, em Montenegro. As últimas homenagens vão ocorrer nesta sexta-feira, às 10h30 na capela mortuária, de onde sairá o cortejo para o cemitério da localidade de Passo da Serra, no interior do município, onde está previsto o sepultamento às 11h30.

A família decidiu pela doação dos órgãos da jovem, para salvar outras vidas. Após a cirurgia para a retirada dos órgãos, foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para a necropsia. Por isso a demora maior para o início dos atos fúnebres.

Sélia Carolina Krahl, de 25 anos, era dedicada a causa animal e apaixonada por motos
– Crédito: Facebook

“Sélinha”, como era conhecida, não resistiu aos graves ferimentos decorrentes do acidente ocorrido na noite do último sábado, dia 3, em Montenegro. Ela era condutora de uma moto que foi atingida por outra motocicleta, por volta de 20 horas, na Estrada Selma Wallauer, na localidade de Faxinal, no interior do município. Na queda sofreu uma grave lesão na cabeça, sendo levada inconsciente pelo Samu ao Hospital Montenegro (HM) e devido ao traumatismo craniano removida para a UTI do Hospital de Pronto Socorro (HPS) de Canoas, onde na terça-feira foi diagnosticada a morte cerebral. Foi então iniciado o procedimento para a doação dos órgãos.

Já o condutor da outra moto acabou caindo dentro de um bueiro da margem da estrada, também com ferimentos pelo corpo, mas de menor gravidade, sendo igualmente levado pelo Samu ao HM.

Duas testemunhas, que trafegavam atrás da moto da jovem, no sentido centro/bairro, relataram para a Polícia que a outra motocicleta, dirigida pelo homem de 40 anos, estava com o farol apagado. Além disso, a Brigada Militar informou que o veículo conduzido por ele está com o licenciamento vencido desde 2021 e o condutor está com o direito de dirigir cassado. Por isso o acidente foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) como Lesão Corporal Culposa na direção de veículo automotor, além da aplicação das multas pelas infrações de trânsito.

Sélia Carolina era de Santos Reis, mas atualmente morava na localidade de Lajeadinho, também no interior de Montenegro, onde residem seus familiares. Bastante estimada, era dedicada a defesa dos animais, principalmente cavalos, ajudando no socorro de vítimas de maus-tratos e acidentes. Gostava de rodeios, cavalgadas e era também apaixonada por motos. Chegou a vencer uma corrida de Veloterra em Maratá. Sempre prestativa, trabalhava como cuidadora e estava concluindo a carteira de habilitação para dirigir ônibus. Deixa mãe, avós, filho de 7 anos, irmãos, demais familiares e muitos amigos. O pai de Sélia faleceu em março deste ano, aos 51 anos.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

3 + 1 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página