Com homenagens, escola incendiada por alunas retoma atividades

Portão da Escola Municipal Nossa Senhora das Graças foi reaberto, em Pareci Velho, e aulas reiniciam nesta quarta-feira - Crédito: Prefeitura

A manhã desta terça-feira, dia 2, marcou a retomada das atividades na Escola Municipal Nossa Senhora das Graças, da localidade de Pareci Velho, em Capela de Santana.

Oito dias antes, na manhã de segunda-feira da semana passada, o colégio foi alvo de um incêndio criminoso, que atingiu parte das dependências. Por sorte ninguém ficou ferido, mas duas professoras tiveram de ser atendidas no posto médico por inalar fumaça. A Polícia Civil apurou que duas alunas, de 15 e 17 anos, foram às responsáveis por atear fogo no banheiro feminino, utilizando uma toalha com álcool. Um bilhete chegou a ser escrito com a ameaça de incendiar o colégio.

O fogo destruiu o novo laboratório de informática, que nem chegou a ser inaugurado, além de sala de aula, cozinha e banheiro. Até mesmo os instrumentos da banda marcial da escola, a primeira do município, foram queimados.

As dependências atingidas foram isoladas e devem ser restauradas, num investimento de cerca de 150 mil reais pela Prefeitura. Enquanto isso, outras salas serão utilizadas para a retomada das aulas, a partir desta quarta-feira, dia 3.

Hoje, terça-feira, foi um dia de homenagens. Trinta pessoas, entre funcionários, bombeiros, policiais e até mesmo moradores próximos, receberam diplomas de honra ao mérito escolar, em favor da educação, por ajudar os alunos e professores num momento de desespero. E um ato simbólico marcou a reabertura do portão da escola, que conta com cerca de 185 alunos do pré ao 9º ano. Autoridades, como o vice-prefeito, secretário de educação e direção da escola, entre outros, participaram do ato.

Para a diretora do colégio, Dioneia Horn, a comunidade está unida em prol da Nossa Senhora das Graças. “Está muito mais viva. Tudo isso nos deixou mais fortes e mostrou o quanto amamos nossa escola”, declarou.

A comunidade está mobilizada. Uma rifa já foi lançada para a compra de instrumentos da banda, que conta com cerca de 30 integrantes e se prepara para o desfile de 7 de setembro. “Nossa Escola Vive. Mais uma vez o amor vencerá. Agradecemos a toda a comunidade escolar. O amor sempre será a forma mais perfeita e verdadeira de superar qualquer momento difícil que tenhamos que enfrentar. Juntos! Unidos! E mais fortes do que nunca”, destacou a postagem do município nas redes sociais, sobre a retomada da escola.

Sobre as investigações, a Polícia Civil enviou ao Ministério Público o procedimento investigatório referente ao incêndio criminoso. As duas adolescentes acusadas devem responder por ato infracional. A mais nova será transferida de escola, a pedido da própria família. E a mais velha teria fugido de casa, sendo feito registro de desaparecimento na Delegacia.

Pessoas que ajudaram durante o incêndio receberam diplomas de honra ao mérito – Crédito: Prefeitura

0 Comentários

Deixe um Comentário

2 × 3 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página