Processo contra o prefeito Alexandre Barth continua, mas pedido de cassação do vice Fábio Schneider foi suspenso - Reprodução/FN

Os advogados de defesa do prefeito Alexandre Barth e do vice-prefeito Fábio Schneider, ambos do PDT, ingressaram na última semana com mandado de segurança na Justiça, visando suspender o processo de impeachment que tramita na Câmara de Vereadores de Pareci Novo. Nesta segunda-feira, foi atendido o pedido de liminar da defesa, no que se refere ao vice-prefeito.

A juíza da 2ª Vara da Comarca de Montenegro, Deise Fabiana Lange Vicente, determinou a suspensão do processo de impeachment de Fábio Schneider, por entender que o vice-prefeito somente pode sofrer processo de cassação se cometer infração político-administrativa no exercício do mandato de prefeito. Com isso, segue apenas agora o processo de impeachment contra o prefeito. Entretanto, seus advogados destacam que seguem buscando provar a sua inocência. Caso o processo não seja totalmente suspenso, na próxima sexta-feira deverá ter o depoimento de testemunhas de acusação.

As denúncias se referem a possíveis irregularidades em licitações. No último dia 8 de outubro a comissão processante, que tem 90 dias para concluir os trabalhos, decidiu pela continuidade do processo de impeachment. A comissão tem como presidente o vereador Fábio Dimer (PP), mais Gelci de Mello (Republicanos) como relator e Joice Streit (PDT) como integrante.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here