Após as recentes chuvas a buraqueira aumentou no trecho do Muda Boi, além da falta de sinalização e acostamentos - Crédito: Talis Ferreira

A RSC 287, no trecho entre o cruzamento com a RS 411 (trevo do Frigonal), no Passo da Serra, em Montenegro, e o entroncamento com a BR 386, em Coxilha Velha, em Triunfo, mais parece uma rodovia em completo abandono. São muitos os buracos e ondulações na pista, além da falta de acostamentos, drenagem e sinalização. E com isso aumenta o risco de acidentes, ainda mais em dias de chuva e neblina. Não é à toa que ao longo das margens do trecho são avistadas várias cruzes, lembrando as inúmeras tragédias em acidentes fatais que já ocorreram nos últimos tempos.

Trecho do Muda Boi está em piores condições
– Crédito: Talis Ferreira

Ainda neste ano o Daer, que é o responsável pelo trecho, depois de muitas reclamações realizou alguns remendos, mas pouco adiantou. Conforme o Daer, foram investidos 650 mil reais no trecho, buscando recuperar pontos mais críticos. E há cerca de quinze dias, segundo o Daer, houve uma operação tapa-buracos. Entretanto, após as últimas chuvas, a pavimentação se deteriorou ainda mais e ficou em situação mais precária. A rodovia é considerada a pior da região.

No trevo do Shell também aumentaram os buracos
– Crédito: Talis Ferreira

O vereador Talis Ferreira (PP) esteve ontem, quarta-feira, verificando as condições de todo o trecho. E inclusive gravou um vídeo mostrando aos internautas. Alertou também para a situação do chamado trevo do Shell, no cruzamento da RS 240 e início da RSC 287 com a BR 470 e Rua Buarque Macedo, no principal acesso ao centro de Montenegro, que é de responsabilidade da EGR. Na rótula, próximo ao Parque Centenário, novamente são muitos os buracos, que aumentaram após as últimas chuvas.

A situação também piorou e aumentou a buraqueira no trecho entre o Passo da Serra e a Coxilha Velha, principalmente na altura da localidade de Muda Boi. Motoristas tentam desviar dos buracos, inclusive trafegando na contramão, o que aumenta o risco de acidentes.

Talis informou que vai enviar ofício ao Governo do Estado pedindo providências. “Precisa urgente de melhorias”, ressalta. O deputado estadual Airton Lima (PL), que mora atualmente em Montenegro e que já tinha solicitado melhorias para a rodovia, diz que enviou novo ofício ao Daer e Governo solicitando melhorias urgentes.

Conforme o Daer, as condições de trafegabilidade do trecho serão restauradas assim que forem executados os serviços de recuperação e sinalização previstos no Plano de Obras 2021 -2022 do Governo do Estado. O departamento informa que serão investidos mais de R$ 2 milhões no trecho entre o entroncamento da ERS-411 (para Brochier) e o cruzamento com a BR 386.

O Governo do Estado também incluiu o trecho da RSC 287 no projeto de concessão, chegando a anunciar uma praça de pedágio para a localidade de Muda Boi. Mas depois informou que houve engano e o pedágio deveria ser implantado no trecho entre Montenegro e Capela de Santana. Segundo o Governo, devido a falta de recursos, a rodovia só será totalmente recuperada e inclusive duplicada através da concessão e instalação de pedágio. Mas isso ainda depende de aprovação, já que resiste resistência com relação a localização dos pedágios, valores propostos para as tarifas e o modelo de concessão.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here