Imagem ilustrativa/internet

Diante do alto número de casos e das restrições impostas à atividade econômica pelo governo do Estado, a Administração Municipal de Montenegro está criando um gabinete de crise contra a Covid-19. O decreto com os nomes dos 10 participantes deve ser assinado nesta terça-feira. O grupo terá a incumbência de subsidiar as ações do Executivo nas ações de enfrentamento à pandemia e na adoção de medidas que visam minimizar seus efeitos em diferentes áreas, da saúde pública à economia.

Para garantir a maior representação possível, na composição, haverá pessoas de vários setores e segmentos: gabinete do prefeito, Câmara de Vereadores, empresas de serviços essenciais, empresas de serviços não essenciais, Associação Comercial, Industrial e de Serviços, Hospital Montenegro, Hospital Unimed Vale do Caí, Secretaria Municipal da Saúde, Diretoria de Fiscalização de Obras e Posturas e Secretaria Municipal de Gestão e Planejamento.

No boletim de ontem, segunda-feira, Montenegro apresentava 4.156 casos positivos de Covid-19 acumulados, sendo 2.910 pacientes recuperados, 1.188 em recuperação e 60 óbitos. O prefeito Gustavo Zanatta reitera que a situação é grave e pede o esforço de todos para reverter o quadro. Para isso, é essencial o uso de máscara, de álcool em gel e não participar de aglomerações.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here