Montenegro tem três casos confirmados de Dengue

Continua a mobilização no combate ao mosquito Aedes aegypti - Crédito: Prefeitura
A Vigilância em Saúde confirmou, nesta quinta-feira, dia 3, a existência de três casos de Dengue em Montenegro. Eles foram identificados nos bairros Centro e Rui Barbosa, o que obrigou o órgão municipal a reforçar as ações contra os focos do mosquito Aedes aegypti nestes pontos. Além dos confirmados, ainda há um caso suspeito que deve ser definido nos próximos dias. Com esses números, Montenegro entra na categoria “Surto”, tendo de reforçar as atividades contra a proliferação do inseto.
De acordo com a chefe da Vigilância em Saúde do município, Beatriz Garcia, dois dos infectados já receberam alta hospitalar, e um não chegou a ser internado. Ainda há o caso suspeito, que foi atendido na Unidade Básica de Saúde (UBS) Centro na noite de quarta-feira, dia 2. A pessoa apresentou sintomas e aguarda resultado dos exames. Nesta quinta-feira, o setor já iniciou o processo de “bloqueio” nas áreas próximas às residências dos que testaram positivo para a doença. Os servidores do órgão estão realizando visitas, em um raio de 300 metros, fazendo entrevistas com os moradores, orientando a população e coletando larvas para encontrar focos do mosquito. “É um trabalho de respostas que visa impedir que outras pessoas contraiam Dengue”, enfatiza.
Fiscalização foi intensificada e população deve ficar em alerta
– Crédito: Prefeitura
Neste momento, a súplica dos órgãos de saúde da cidade é para que a população colabore, não deixando água parada. Segundo Beatriz, o pedido para que todos ajudem não é de hoje. “Estamos há um bom tempo solicitando que não deixem água parada. No entanto, algumas pessoas não colaboram e o resultado é um surto de Dengue na cidade”, enfatiza.
No trabalho de bloqueio da Vigilância, inclusive, foram encontradas larvas do mosquito transmissor na casa de quem tem suspeita da doença. “Desde a metade do ano passado, devido aos casos que ocorreram na oportunidade, estamos alertando para essa situação”, destaca Beatriz, enfatizando que, mensalmente, são divulgados os números de focos nos bairros. Em novembro passado, inclusive, aconteceu a Semana Municipal de Combate ao Aedes aegypti, que contou com diversas ações, como pedágios e visitas nos bairros informando das consequências da proliferação do mosquito. “Não há desculpa para dizer que não sabiam das consequências de deixar água parada”, desabafa.
Vigilância alerta: use repelente
Como Montenegro vive, neste momento, um surto de Dengue, a Vigilância em Saúde pede para que as pessoas façam o uso de repelente. Como o vírus está ativo na cidade, é importante que a população lance mão de todas as ferramentas para evitar o contágio. “O uso de repelente, neste momento, é de extrema importância para a defesa da comunidade. O vírus está circulando”, pondera Beatriz, falando que é necessário, também, eliminar os focos do inseto imediatamente.
Segundo Beatriz, é importante que as pessoas também fiquem atentas aos sintomas de Dengue e procurem, com urgência, um profissional médico. Para a Dengue leve, o tratamento é o repouso e muita hidratação. A Dengue considerada grave necessita de internação hospitalar. Mesmo que os sintomas sejam leves, todos devem procurar um médico.
Sintomas da Dengue leve
– Febre (temperatura maior que 38º C) por até 7 dias.
Sintomas inespecíficos:
– dor de cabeça;
– prostração (fraqueza);
– dor ao redor dos olhos;
– exantema (irritação na pele);
– dor muscular;
– dor nas articulações.
Sintomas da Dengue Hemorrágica
– dor abdominal intensa e contínua (não cede com medicação usual);
– agitação;
– vômitos persistentes;
– pulso rápido e fraco;
– extremidades frias;
– cianose (cor azulada ou acinzentada da pele, das unhas, dos lábios ou ao redor dos olhos);
– sangramentos espontâneos pela urina e pele.
– desmaios;
– hipotensão arterial (pressão baixa);
– transpiração em excesso.

0 Comentários

Deixe um Comentário

um × um =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página