Prefeito Gustavo Zanatta e vice Cristiano Braatz estiveram visitando o local - Crédito: Prefeitura
Após diversos atrasos que envolveram questões administrativas e judiciais, a obra da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Centenário finalmente foi reiniciada em Montenegro.
Na tarde de ontem, terça-feira, dia 13, integrantes da Administração Municipal estiveram no local para acompanhar os trabalhos.
Para o prefeito Gustavo Zanatta, é um passo importante para o término do prédio, que hoje conta apenas com a estrutura externa. “A comunidade do bairro merece ter esse problema solucionado. Vamos seguir atuando para que a obra termine o mais rápido possível”, salienta. A construção iniciou em setembro de 2016 com um investimento de R$ 1.403.607,20.
Obra estava parada faz dois anos
– Crédito: Guilherme Baptista/FN
O prazo para conclusão era de 180 dias, no entanto, a partir do final de 2016, os problemas começaram e o ritmo da obra foi diminuindo. Em agosto de 2019, três anos após, a empresa que havia vencido a licitação rescindiu o contrato e a construção parou por completo. Já em agosto de 2020, uma nova licitação foi aberta e outra empreiteira foi escolhida, com o valor total licitado indo a R$ 1.273.024,62. Só que a empresa anterior ingressou com ação judicial solicitando perícia dos serviços já executados, o que atrasou ainda mais o reinício das obras. Após obstáculos jurídicos, no início deste mês, o canteiro de obras ganhou movimento. A ideia, agora, é que a obra termine no final deste ano.
Zanatta espera que os últimos problemas administrativos e jurídicos fiquem para trás e que a obra decorra, a partir de agora, de uma forma rápida e correta. “Não são só mães e pais que aguardam vagas para seus filhos, mas a comunidade inteira do bairro quer uma solução para aquela estrutura que está ali”, enfatiza o chefe do Executivo. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC), cerca de 230 vagas serão disponibilizadas ao término da obra.
Além do prefeito, participaram da visita o vice, Cristiano Braatz; o chefe de Contratos e Convênios, Silvio Kael; e o diretor de Captação de Recursos, Rafael da Cruz.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here