O jovem Cléber Schroeder foi o vereador mais votado, nas eleições de 2008 Arquivo/FN

Entre os vereadores eleitos na eleição de 2008, figuram muitos nomes conhecidos da política caiense. Mas este não é o caso do candidato que recebeu maior número de votos.

Mas Cléber Schroeder, um jovem de 25 anos, lançou-se com tanta garra à sua campanha, que conseguiu superar nomes tradicionais da política caiense como os vereadores Paulo Sérgio Coelho (o Piava) e Erico Meireles (o Guinho).

Cléber, Paulo Sérgio e Erico são todos moradores do mesmo bairro: o Navegantes. E, como estes seus vizinhos, ele também tem um apelido pelo qual é conhecido entre amigos e familiares: Bananinha.

Mas, como político, ele prefere ser tratado pelo nome. Isto porque ele aspira a ir mais longe na política e, para isto, o nome correto lhe será mais favorável.

Cléber não é um novato em campanhas eleitorais. Juntamente com seu pai, que se chama Nílvio mas todos conhecem pelo apelido de Gordo, ele trabalha há muitos anos na política, apoiando o deputado Álvaro Boessio. E, como mostrou ter jeito para a coisa, acabou por ser contratado pelo deputado. Há quatro anos ele trabalha na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, como assessor parlamentar.

Ganhando bem, Cléber pode investir na sua campanha. Mandou fazer muitos cartazes e até mesmo um jingle que foi intensamente propagado na cidade através de um carro de som.

Como vereador ele pretende ajudar Darci Lauermann a fazer as grandes mudanças que estão sendo exigidas pelo povo. Ele apoia a proposta do futuro prefeito de enxugar a máquina pública municipal fazendo o mínimo possível de contratações políticas. Considera que só assim será possível economizar o dinheiro necessário para fazer os investimentos necessários para o progresso do município e o bem estar da população.

Esta eleição ficou marcada pelo surgimento de uma nova forma de fazer política. E pode ser que o povo viu no jovem Cléber um símbolo desta renovação, dando-lhe uma votação tão expressiva.

Ele recebeu 1.186 votos. A maior votação já registrada no município. 460 a mais que o segundo colocado.

  • Matéria publicada no Fato Novo em outubro de 2008

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here