Comitiva caiense terá reunião no feriado para tentar impedir pedágio no Areião

Instalação de pórtico free flow do pedágio na ERS-122 está prevista para começar em novembro e cobrança a partir de fevereiro de 2024 - Arquivo/FN

O prefeito de São Sebastião do Caí, Júlio Campani, juntamente com vereadores, vai novamente participar de uma reunião com representantes do Governo do Estado e do Consórcio Integrasul, vencedor da licitação da concessão das rodovias do bloco 3, que inclui a RS 122. O encontro deve acontecer na próxima sexta-feira, dia 20, quando é feriado municipal do Caí, pelo dia do padroeiro, mas a reunião será em Porto Alegre. O objetivo é novamente buscar mudar o local definido para o pedágio, que está previsto para o quilômetro 4 da ERS 122, no bairro Areião. A reunião está agendada para as 14h no Centro Administrativo do Estado.

Lideranças do Caí já participaram de várias reuniões buscando reverter a instalação do pedágio no Areião
– Crédito: Prefeitura

Campani diz que soube que já estariam sendo feitos levantamentos no Areião, além de pessoas que se dizem representantes da empresa que venceu o leilão da concessão e que estariam procurando moradores do trecho, para ver escrituras e matrículas de áreas de terras. “Estão assustando os moradores. Já descobri o telefone desse pessoal. Liguei para eles no sábado e também para o dono da empresa, que é do Paraná. Avisei que se não pararem com essa prática de intimidação, vou levar o assunto para o Ministério Público”, declarou Campani. Ele lembra que o governo e a empresa prometeram rever o local do pedágio. “Se alguém procurar os moradores, sem estar com credencial e nem nada, lembro que estamos na linha de frente para inibir qualquer constrangimento. Tudo que for feito deve ser de forma conjunta com o município”, ressaltou o prefeito caiense, ao lado do presidente da Câmara, João Marcos Guará.

A preocupação de Campani e das lideranças do Caí é com os prejuízos que os moradores do Areião terão com a instalação do pedágio no local anunciado. Para piorar, o valor da tarifa é considerado exorbitante. A concessionária já assumiu as rodovias e o pedágio, que a partir de 1º de fevereiro deverá praticamente dobrar de valor na atual praça de Portão, passando de R$ 6,50 para R$ 11,70. Em um ano está prevista a extinção do pedágio no Portão, sendo instalada a praça no Areião, com cobrança nos dois sentidos e por enquanto sem direito a isenção para os moradores locais. A outra praça na região está prevista para o quilômetro 30 da RS 240, na altura da localidade de Paquete, próximo das pontes do rio Caí na divisa de Capela de Santana com Montenegro.

0 Comentários

Deixe um Comentário

4 × cinco =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página