Reprodução/FN

Nesta sexta-feira, dia 14 de maio, o GenealogiaRS – Pesquisas Teuto-Brasileiras, completa 10 anos de muita dedicação ao estudo de nossas origens. Além de ser um facilitador aos que querem desenvolver sua árvore genealógica, conta hoje com um acervo que passa de 1 milhão de informações.

Para quem se interessa especialmente pelas famílias alemãs vindas para o Rio Grande do Sul, há três volumes do “Famílias de Origem Alemã no Rio Grande do Sul”, com o quarto volume em andamento. A obra deveria estar pronta, mas devido à pandemia, o sistema de pesquisa e organização de material, impediu visitas locais. Este é um projeto feito á muitas mãos. As famílias oferecem as informações que tem como cartas antigas, fotografias e dados de seus ancestrais. Tornam-se assim coautores dos livros. Os volumes desta coletânea não se limitam a identificar os imigrantes chegados ao Brasil, mas seus descendentes, filhos, netos e bisnetos, onde nasceram, com quem casaram, processo que multiplica o número de famílias ligadas a um determinado sobrenome. Cada volume tem um índice alfabético das famílias pesquisadas, o que torna a pesquisa ainda mais interessante.

Falando em famílias de origem alemã, muitas acabaram, com a orientação e parceria do GenealogiaRS, transformando suas histórias em livros, material que pode ser adquirido através do contato com a instituição em www.genealogiars.com.br. Além desse veículo de comunicação de conteúdos você pode ver os vídeos no canal do YouTube e acompanhar as postagens dos 8.200 seguidores do GenealogiaRS em sua página no Facebook. E mais: você pode ser um seguidor também. Procure a página em questão e confira as condições para tal.

A lenda do veleiro Cäcilia

Reprodução/FN

Dentro da literatura produzida pelo GenealogiaRS, destaque ao mais novo lançamento: “Desvendando um mito – A lenda do veleiro Cäcilia”. Uma emocionante história de mais de 500 pessoas, vindas de diferentes pontos da Alemanha, para embarcar em Amsterdam, na Holanda, e viajar a bordo de um velho navio “preparado” (sem condições para tal) para esta viagem. Poucos dias depois de ter saído da Holanda, deixando para trás parte dos viajantes, separando famílias, pois estava superlotado e sem condições de viajar segundo as autoridades Holandesas, é surpreendido por um furacão, no Canal da Mancha. A água invade o navio e eles perdem tudo que tem (roupas, comida e documentos) e só não morrem ali, no Sul da Inglaterra, porque foram salvos por um navio do correio inglês. Esta história se estende do final de 1827 até maio de 1829, quando, finalmente, parte dos emigrantes originais desembarca no Rio de Janeiro e depois em São Leopoldo, sendo alocados para localidades como Lomba Grande, Ivoti, Dois Irmãos e São José do Hortêncio. Uma história real que merece ser lida. O custo da obra é de R$ 100,00 mais R$ 20,00 de correio (consulte cidades onde a entrega é feita pessoalmente, sem o custo de correio).

Toda a literatura e material de pesquisa do GenealogiaRS está disponível para venda através do email [email protected] ou pelo WhatsApp  (51) 99185-9712

Parabéns ao GenealogiaRS por seus 10 anos de pesquisa, dedicação e qualidade.

Heitor Meurer

Jornalista

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here