Projeto Vôlei Transforma retorna das férias e traz novidades

Atleta olímpico Gustavo Endres coordena o projeto que tem aulas gratuitas no Caí e Montenegro desde o ano passado - Crédito: Prefeitura do Caí

“Um conjunto imenso de benefícios que o voleibol proporciona aos jovens”. É assim que Cleber Schäffer explica porque incentiva a filha Isadora a participar do Projeto Vôlei Transforma. A iniciativa reúne esporte, educação e protagonismo. Por isso, oferece benefícios em diversas áreas para as crianças e os adolescentes participantes das oficinas realizadas em Montenegro e em São Sebastião do Caí.

Além de saberem sobre as vantagens da prática esportiva para o desenvolvimento das crianças, os pais também acompanham de perto as atividades em campo e, claro, admiram o desempenho dos filhos. Daniela, mãe da Isabela, conta que “volta e meia eu estou lá acompanhando os treinos deles. Ela [Isabela] tá amando, tá gostando bastante, tá se empenhando. E eu já vi uma melhora dela, dos primeiros jogos até agora.”

Aulas devem ocorrer até o final de abril, mas se estuda a prorrogação até o final do ano
– Reprodução/FN
Projeto é desenvolvido no Caí (foto do desfile) e Montenegro
– Crédito: Prefeitura do Caí

A Sibila Vieira, também, vê aspectos positivos no Projeto Vôlei Transforma e incentiva a participação da filha Maria Clara. “Acredito que o projeto irá desenvolver um amplo conhecimento no vôlei, pois [os alunos] vão aprender as regras, as técnicas, e também a trabalhar em grupo”.

A melhora no voleibol é uma das conquistas do projeto. Além disso, as aulas, também, oferecem aprendizado social e atuam na formação do caráter dos alunos. Tudo a partir das relações estabelecidas durante a prática. Ou seja, um conjunto imenso de benefícios, como foi dito pelo pai no início.

E pra finalizar, Cleber complementa “é essa semente que pretendemos estar contribuindo para que possamos ter uma geração futura saudável, dinâmica e que saiba conviver em sociedade, com regras, com disciplina, com formação de caráter e bem-estar”.

As oficinas do projeto são coordenadas pelo atleta olímpico Gustavo Endres e seguem até março de 2023, nos ginásios do Parque Centenário do Caí e de Montenegro. Atualmente participam cerca de 200 alunos e a expectativa é de que o projeto possa ser estendido por mais tempo, pelo menos até o final do ano. O projeto contempla alunos entre 10 e 13 anos, incentivando os estudantes a darem continuidade nas atividades praticadas nas aulas. E isso já foi alcançado nos seis primeiros meses.

Saiba mais: @voleitransforma

0 Comentários

Deixe um Comentário

três × quatro =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página