Soldado morto na capital morava na Capela e deixa quatro filhos

PM Roniclei Cipolato, de 46 anos, baleado em operação policial na noite de ontem, será sepultado na tarde de hoje em Capela de Santana - Crédito: BM

O policial militar morto na noite de ontem, sábado, em Porto Alegre, durante confronto com criminosos, era morador de Capela de Santana. O velório de Roniclei Luciano Graef Cipolato, de 46 anos, acontece na Capela Funerária Santana, da Capela, com o sepultamento previsto para a tarde deste domingo, às 17h, no Cemitério Municipal de Capela de Santana.

Muita gente tem comparecido no velório, entre familiares, amigos e autoridades, incluindo a presença do secretário de segurança pública do Estado, Sandro Caron. O soldado era bastante conhecido e estimado. Deixa esposa, quatro filhos, de 27, 24, 12 e 4 anos, além de demais parentes. Ele residia na área central do município faz cerca de seis anos.

Conforme apurou a Polícia, o soldado participava de uma operação de combate ao tráfico de drogas e homicídios, no bairro Costa e Silva, da capital, quando por volta de 20h acabou sendo baleado por um um suspeito sobre um telhado. Com o tiroteio, os colegas tiveram dificuldades em resgatar o PM. Ainda foram feitas tentativas de reanimação e foi levado ao Hospital Cristo Redentor, mas o soldado Cipolato não resistiu e veio a falecer. Ele estava na Brigada Militar desde 2004 e atuava atualmente no 20º BPM em Porto Alegre.

A região em que ocorreu o crime é conhecido pela movimentação do tráfico e outros crimes. Um suspeito foi preso, mas não foi confirmada a sua participação na morte do soldado. Além da Polícia Civil, a BM também vai apurar o caso.

O governador Eduardo Leite e o vice-governador Gabriel Souza emitiram nota lamentando profundamente a morte do soldado Roniclei Cipolato, o qual faleceu no serviço de combate ao crime. “Lamento profundamente a morte do soldado da Brigada Militar Roniclei Cipolato, que tombou em serviço, durante operação na noite passada em Porto Alegre. Meus sentimentos aos familiares e amigos do soldado e meu abraço à família brigadiana nesse momento de tristeza”, destacou o governador.

0 Comentários

Deixe um Comentário

dez − sete =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página