Recursos de penas alternativas vão para implantes contraceptivos para mulheres

Recursos de R$ 11,6 mil foram disponibilizados através do Poder Judiciário - Crédito: Reprodução

Com a disponibilização de um recurso no valor de R$ 11,6 mil por parte do Poder Judiciário, a Prefeitura de Feliz providenciou a aquisição de implantes contraceptivos de longa duração para mulheres. O público alvo deste projeto são mulheres em situações vulneráveis e de baixa renda residentes na cidade de Feliz, que desejam melhorar o planejamento familiar, a saúde reprodutiva e a qualidade de vida.

O valor é proveniente de um edital publicado pelo Fórum da Comarca de Feliz, para recebimento de recursos oriundos de penas alternativas. A proposta inicial foi sugerida pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMDIM) e considerada viável pela administração municipal. “Quando a demanda chegou ao conselho, contatamos a administração municipal para sensibilizar sobre a importância de buscar um método contraceptivo mais efetivo para nossas adolescentes”, destaca a presidente do COMDIM, Márcia Bohn.

Os implantes contraceptivos são uma opção altamente eficaz e segura para prevenir a gravidez, sendo uma escolha conveniente para muitas mulheres. Conforme explica a secretária Caroline Mortari, o acesso a métodos contraceptivos de qualidade desempenha um papel fundamental na promoção da saúde reprodutiva, na prevenção de gestações indesejadas e na redução das taxas de aborto. “Os implantes contraceptivos oferecem várias vantagens, incluindo alta eficácia, baixa manutenção e a capacidade de reversão quando a mulher desejar engravidar”, informa.

No entanto, a secretária avalia que muitas mulheres em situações vulneráveis e de baixa renda enfrentam barreiras financeiras e de acesso para adquirir esses implantes. “Nossa iniciativa busca eliminar essas barreiras e garantir que as mulheres tenham acesso igualitário a métodos contraceptivos de qualidade”, destaca a secretária.

Além da aquisição, o projeto busca ainda promover a conscientização sobre os benefícios e a segurança de sua implantação, fornecer orientação e assistência médica para a inserção e remoção dos implantes e monitorar e avaliar o impacto na saúde reprodutiva das mulheres. A execução será coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Departamento de Assistência Social da Secretaria Municipal de Desenvolvimento.

0 Comentários

Deixe um Comentário

onze − 5 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página