Prolongamento da BR 448 até Portão poderá ter novo traçado

Com mais 18 quilômetros, a Rodovia do Parque vai ligar Esteio a Portão - Crédito: DNIT

O trajeto a ser percorrido para a extensão da BR 448 (Rodovia do Parque) até o município de Portão, ligando com o Vale do Caí, deve ser decidido neste mês de setembro. A obra está incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal e tem grande importância para o Vale do Caí, pois vai encurtar a distância para a capital e desafogar a congestionada BR 116. Entretanto, o traçado do novo trecho pode ter mudanças em relação ao que vinha sido divulgado para o trajeto entre Esteio e Portão. Isso está sendo analisado pelos técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

O estudo original do traçado está sendo reavaliado porque anteriormente tinha a finalidade de passar próximo do novo aeroporto internacional, chamado de 20 de setembro, que seria construído entre Nova Santa Rita, Portão e Capela de Santana. Com a ampliação e concessão do aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, a construção de um novo aeroporto foi postergado. Para reduzir custos e tempo, o trajeto então está sendo refeito. A princípio está sendo mantida a ligação entre Esteio e Portão, na ERS 240 (proximidades com o entroncamento da Rua Portão). No trecho do Vale do Sinos deverá ter cerca de quatro quilômetros de pista elevada para evitar um maior impacto ambiental e não represar as águas do rio. O novo trajeto seria mais reto, com menos curvas e atingindo menos propriedades.

Estão garantidos 6,3 milhões de reais para a elaboração dos projetos básicos, que devem ficar prontos até o próximo ano. Como está incluído no PAC, não devem faltar recursos e a licitação para a obra deve sair até o final de 2024. Mas é uma obra muito grande, de cerca de R$ 1,6 bilhão, para em torno de 18quilômetros, com previsão de construção de cerca de três anos.

Atualmente a BR 448 vai do entroncamento com a BR 116 em Sapucaia do Sul até a BR 290 em Porto Alegre, com extensão de 22 quilômetros, entregues em 2013. Além do prolongamento até Portão, já se cogita a extensão da BR 448 até Caxias do Sul, com mais 82,6 quilômetros. Seria um terceiro trecho, desde Portão, ligando com a RS 452 no Vale Real, RS 453 e BR 116, na Serra. O DNIT, inclusive, já tem a aprovação para realizar o estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental deste terceiro trecho, que seria ainda mais importante para o Vale do Caí. O investimento neste prolongamento é muito maior, de cerca de 8 bilhões de reais. Entretanto, é preciso avançar no sentido de elaborar projeto e buscar recursos.

0 Comentários

Deixe um Comentário

17 + oito =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página