Os dois rapazes de 18 anos já estão em casa, mas um amigo foi morto e o corpo encontrado em Portão - Imagem ilustrativa/internet

Um dos rapazes esfaqueados na noite da última quarta-feira próximo da Praça da Feliz não resistiu e veio a falecer. Evaldo Pereira de Souza Junior, o “Juninho”, de 21 anos, tinha sido removido para o Hospital São Carlos, em Farroupilha, aonde veio a óbito nesta quinta-feira. Já o outro jovem esfaqueado permanecia internado no Hospital Schlatter, da Feliz. Os dois acusados de desferir as facadas não foram localizados.

Evaldo Pereira de Souza Junior, o “Juninho”, tinha 21 anos
– Reprodução/FN

Juninho era natural de Marituba, no Pará, mas já morava algum tempo na Feliz, no bairro Matiel. Muitas são as mensagens de pesar nas redes sociais. O velório acontece na capela mortuária da Funerária Kiefer, com sepultamento previsto para a tarde de hoje, 15h30, no Cemitério Municipal de Feliz.

O que aconteceu

A Brigada Militar da Feliz foi avisada por volta de 22h30min de que um indivíduo teria sido esfaqueado e estaria caído na frente de um bar, próximo da Praça Lidovino Antônio Fanton, no centro da cidade. Uma guarnição deslocou para o local e também acionou o Samu e os Bombeiros.

No local foram encontrados dois indivíduos feridos a faca. Um deles, que conseguiu falar, chegou a informar quem seriam os autores das facadas, o que inclusive foi gravado em vídeo. A vítima estava com um corte abaixo do umbigo. Já o outro estava inconsciente e com um corte no peito. O Samu socorreu as vítimas e levou para o Hospital Schlatter, da Feliz. Devido a gravidade, um dos jovens foi removido para o Hospital São Carlos, de Farroupilha, onde veio a falecer. E o outro ficou internado no hospital da Feliz.

Conforme a Brigada, nas proximidades do local das facadas foi localizado um telefone celular, com marcas de sangue. Um morador foi até a viatura e informou que tinha imagens do fato e poderia fornecer, as quais estão anexadas, sendo possível verificar o envolvimento de quatro indivíduos, incluindo dois que teriam desferido as facadas e as duas vítimas. Os dois acuados teriam fugido em direção ao Parque Municipal. Um deles, conforme a Brigada, teria envolvimento com o tráfico de drogas. Ambos seriam moradores da Feliz. A Brigada realizou buscas, mas os acusados não foram localizados. Foi feito registro na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro como de tentativa de homicídio.

A Polícia Civil investiga o caso e já identificou os acusados do crime, que teria sido motivado por uma desavença. Um advogado ficou de apresentar os acusados na Delegacia na próxima semana, para prestarem depoimento. Caso isso não ocorram, podem ter a prisão preventiva decretada e serem considerados foragidos. Quem tiver alguma informação ou visto algo que possa contribuir com a investigação pode entrar em contato com a Polícia, mesmo de maneira anônima, no telefone 3637 1146.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here