Limpeza do Caí após a enchente deve ser concluída neste sábado

Uma força-tarefa foi feita nas ruas e o município está buscando receber recursos para a reconstrução da cidade - Crédito: Prefeitura

O prefeito de São Sebastião do Caí, Júlio Campani, falou sobre a reconstrução da cidade que foi atingida em 80% na última enchente. “Estamos trabalhando arduamente e a expectativa é de que até sábado agora tenhamos concluído a tarefa de limpeza da cidade. Estamos com várias equipes, incluindo voluntários e auxílio de Prefeituras vizinhas que estão ajudando com caminhões”, informou. Uma montanha de entulhos, principalmente de móveis e colchões das casas, destruídos pela inundação, foram retirados nos últimos dias.

Paralelo a isso, Campani diz que algumas famílias que estavam alojadas no ginásio do Parque Centenário estão retornando para suas casas. Até a última semana quase 500 pessoas ainda estavam no abrigo da Prefeitura. E foi feita uma primeira rodada de distribuição de cestas básicas e kits de higiene e limpeza. E ontem iniciou uma segunda etapa de distribuição dos mantimentos. “A partir da próxima semana devemos iniciar a distribuição de móveis para as pessoas que se cadastraram”, completou. Campani diz que o trabalho de reconstrução do município é penoso, árduo e demorado. “Estamos avançando muito bem”, avaliou.

Grande quantidade de entulhos, de móveis e colchões atingidos nas casas, foram recolhidos pela Prefeitura

Nos últimos dias, com o tempo bom, foi feita uma força-tarefa pelas ruas, visando limpar a cidade. Além das equipes da Prefeitura e Defesa Civil, inclusive o Exército ajudou e muitos voluntários. Muitas famílias perderam tudo e ao alcançar 16 metros, na maior enchente dos 148 anos município, a inundação alcançou pontos que jamais havia chegado, inclusive no centro da cidade, sem contar os grandes estragos nos bairros. O município segue recebendo doações como de cestas básicas, colchões e móveis. Os donativos podem ser entregues no Salão Paroquial da Igreja Matriz São Sebastião, junto a Praça Central, com acesso pela rua Marechal Floriano Peixoto, entre 8h e 17h. Já colchões e móveis devem ser levados à Rua Pinheiro Machado, 625, também no centro, das 8h às 18h. E ainda foi disponibilizado um Pix para doações em dinheiro, tendo como chave o CNPJ 88370879000104.

Ontem, quarta-feira, Júlio Campani, juntamente com outros prefeitos, participou de um encontro com o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Paulo Pimenta, e o secretário de comunicação institucional do Governo Federal, Maneco Hassen. Na ocasião, Pimenta falou que nesta quinta-feira, na sede da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), em Porto Alegre, será oficializado um aporte de 50 milhões de reais em recursos extras para 64 municípios gaúchos atingidos pelas enchentes, entre eles alguns do Vale do Caí. São Sebastião do Caí, como já teve a sua situação de emergência homologada pelo Estado, segundo Paulo Pimenta, vai receber cerca de R$ 1,3 milhão.

Júlio Campani também esteve em contato com o governador Eduardo Leite, quando de sua visita a São Sebastião do Caí ainda durante a enchente. O prefeito espera a liberação de R$ 600 mil do Governo do Estado, voltado para municípios em situação de calamidade pública. Além disso, a Prefeitura irá iniciar a análise para cadastramento dos moradores do aluguel social ou para serem beneficiados no programa Minha Casa, Minha Vida, voltado à situação de calamidade pública, principalmente para quem perdeu tudo. A Administração Municipal está tratando sobre isso com a Caixa Econômica Federal.

0 Comentários

Deixe um Comentário

19 + dezessete =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página