Homem que morreu esfaqueado teria ameaçado invadir e incendiar casa da ex-companheira

Após bater seu carro contra a parede da casa da ex-companheira, homem foi encontrado morto com várias facadas no bairro São Martim, do Caí - Crédito: BM

A Polícia Civil de São Sebastião do Caí segue investigando as circunstâncias do homicídio ocorrido no início da manhã do último domingo, dia 9, no bairro São Martim. Segundo a delegada Cleusa Spinato, a ex-companheira do homem esfaqueado possuía medida protetiva e mesmo assim Rodrigo Daniel Rambo, de 46 anos, foi até a sua casa, por volta de 5h30. “Ele foi até a casa dela, ficou batendo na porta e como não foi atendido jogou o carro contra a casa. Proferiu ameaças contra todos que lá estavam”, apurou a delegada, com base em depoimentos.

A colisão chegou a abrir um buraco na parede da moradia. O homem teria sido esfaqueado, dentro do seu próprio carro, após fazer ameaças de invadir e colocar fogo na residência da mulher, além de ameaçar matar ela e outras pessoas que se encontravam na casa. “Não se tem ainda detalhes quanto à dinâmica das facadas que resultaram na morte. O irmão da vítima disse que ele e o autor das facadas entraram em luta corporal”, completa a doutora Cleusa.

Rodrigo Daniel Rambo tinha 46 anos
– Reprodução/FN

Rodrigo Daniel foi encontrado com marcas de cortes nas costas e na altura dos braços. Ele estava com uma faca na cintura. Testemunhas também afirmaram que Rodrigo estava bastante alterado e a suspeita é de que o autor das facadas estaria temendo que ele cumprisse as ameaças. A ex-companheira declarou não ter visto o momento em que ele foi atacado. Informou que o ex-marido tentou entrar em sua casa, mas ela não permitiu e por isso teria jogado o carro contra a parede da residência. O casal tinha um relacionamento de cerca de seis anos e havia se separado há aproximadamente dois meses, tendo duas filhas.

Logo após as facadas, o acusado fugiu do local e não foi mais localizado pela Brigada Militar, que realizou buscas nas redondezas. A Polícia já possui um suspeito. O inquérito sobre o crime foi instaurado. Além de ouvir mais testemunhas, a Polícia aguarda os laudos da perícia.

Rodrigo Daniel Rambo foi velado no município de Portão e sepultado na tarde de ontem, segunda-feira, em Novo Hamburgo.

0 Comentários

Deixe um Comentário

9 − 3 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página