Homem assassinado na Vila Rica morava faz um mês no Caí

Após execução na Vila Rica, carro furtado foi queimado pelos criminosos - Crédito: BM

Identificado como Marcio Uberti, de 49 anos, o homem morto a tiros na madrugada de ontem, sábado, residia em São Sebastião do Caí faz cerca de um mês. E tinha alguns antecedentes criminais, como por furto, roubo, homicídio, porte ilegal de arma e associação criminosa. Conforme a Brigada Militar, ele encontrava-se no regime semi-aberto, utilizando tornozeleira eletrônica.

O crime ocorreu por volta de 3h45 da madrugada, quando indivíduos armados invadiram a residência da vítima, na Estrada da Várzea, no bairro Vila Rica. Os criminosos executaram o morador com vários tiros. No local os policiais apreenderam 31 estojos deflagrados de munições calibres 380 e 9 milímetros. A esposa da vítima estava também em casa, mas não foi atingida pelos disparos.

O automóvel usado pelos criminosos, um Volkswagen Voyage, foi abandonado logo depois e ateado fogo. O carro tinha sido furtado na quinta-feira passada no município de Encantado. Os criminosos teriam fugido em outro veículo, não sendo mais localizados.

A Polícia Civil será a responsável pela investigação do crime.

Dois homicídios em cinco dias

Foi o segundo homicídio no Caí em menos de uma semana. Na noite do último domingo dois homens foram baleados no bairro Navegantes. Um deles, Felipe de Souza, o “Aracio”, de 40 anos, morreu no local. E o outro, de 36 anos, foi encaminhado em estado grave para o Pronto Socorro (HPS) de Canoas. Um acusado foi preso e os demais seguem sendo procurados. Antes, fazia quase seis meses que não era registrado um homicídio no Caí.

0 Comentários

Deixe um Comentário

2 × 1 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página