Imagem ilustrativa

No início da noite de ontem, domingo, dia 26, em torno de 19 horas, uma guarnição da Brigada Militar, durante patrulhamento, foi solicitada por um morador de São José do Hortêncio. Ele informou que sua propriedade particular, na Estrada do Travessão, tinha sido invadida e que seus produtos da lavoura estavam sendo furtados.

Dois soldados foram verificar a situação e citam que flagraram um homem e uma mulher cometendo os furtos. Com eles foram encontrados 6 pés de alface, 3 de repolho e uma sacola contendo limões. Mesmo a guarnição realizando a abordagem, os policiais citam que o acusado não acatou a ordem de parar e ainda gritou para um irmão, que estava próximo, para lhe ajudar.

Os PMs relatam que o irmão do acusado chegou alterado, agredindo os soldados com socos e chutes, sendo necessário o uso moderado da força para se defender. Já o acusado, segundo os policiais, saiu correndo dizendo que iria buscar uma arma em sua casa.

A guarnição pediu o apoio de mais dois policiais, que chegaram ao local onde já se formava uma aglomeração de pessoas, dificultando a ação policial. Quando o acusado retornou, os PMs tentaram revistá-lo, já que tinha o receio de que estivesse armado, mas ele investiu novamente contra os soldados, sendo necessária a utilização de pistola de choque elétrico para a sua imobilização.

Os dois irmãos foram detidos, algemados e encaminhados para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro, onde foram autuados em flagrante por furto qualificado, lesão corporal, resistência, ameaça, desacato e desobediência, sendo posteriormente recolhidos ao sistema prisional. Segundo a BM, os irmãos já possuíam antecedentes criminais por roubo a motorista de táxi, furto, incêndio, ameaças, lesões corporais e outros delitos. Dois PMs sofreram ferimentos e tiveram que ser medicados.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here