Edineia Fenner é a primeira mulher sargento no Vale do Caí

Edinéia atua em Bom Princípio faz 14 anos e agora foi transferida para o Caí - Reprodução/FN

Foram apresentados no Comando Regional de Polícia Ostensiva Vale do Caí (CRPO VC), na última segunda-feira, dez novos sargentos, que passam a atuar na região. Eles concluíram o curso superior de tecnologia em gerenciamento auxiliar de polícia militar, na última quarta-feira, dia 22, sendo habilitados a assumir o cargo de 2° sargento da Instituição. No total, 91 se formaram na Escola da Brigada Militar (EsFES) de Montenegro.

Região recebeu dez novos sargentos
– Crédito: CRPO

O Comandante do CRPO VC, tenente-coronel Rogério Pereira Martins, recepcionou os novos militares e ressaltou a importância do Sargento na tropa. “O Sargento é o elo de ligação entre o comando e a tropa, responsável pelo cumprimento dos planejamentos operacionais e administrativos. Deve ser um gestor da capacidade tático e técnica de seus subordinados. Também é o responsável pelo bem estar e da moral da tropa que lidera, pelo emprego da doutrina e administração dos recursos materiais que utiliza”, destacou.

Os novos sargentos do Vale do Caí foram classificados nos municípios de Montenegro, São Sebastião do Caí, Bom Princípio, São José do Sul, Salvador do Sul e Maratá.

Sargento Edinéia

Edinéia Schroeder Fenner, de 35 anos, é a primeira soldado feminina a ser promovida a graduação de 2° Sargento na história do CRPO Vale do Caí, que inclui 19 municípios da região. A militar, que atuou por 14 anos em Bom Princípio, agora desenvolverá suas atividades na sede do 27° BPM em São Sebastião do Caí.

Edineia fez os cursos de soldado e sargento na EsFES de Montenegro
– Reprodução/FN

Natural de Cerro Largo, na Região das Missões, Edinéia já está no Vale do Caí desde 2006, quando aos 18 anos ingressou na Brigada após o curso de soldado na EsFES de Montenegro. Serviu inicialmente no 1º BPM da capital e no final do ano seguinte foi transferida para Bom Princípio, cidade em que já morava. “Era um desejo antigo entrar na Brigada”, diz a nova sargento, que é destaque também como atleta, já tendo conquistado vários prêmios em corridas e maratonas. Atuou no policiamento e como instrutora do Proerd (Programa Educacional de Resistência às drogas e à Violência), passando orientações para as crianças nas escolas.

Conforme Edinéia, o concurso para sargento foi bastante disputado, mas como se dedicou bastante aos estudos conseguiu êxito e pela boa classificação no curso teve o direito de escolher em permanecer no Vale do Caí. “Escolhi a sede do 27º BPM, no Caí, por ser mais perto de minha residência, ter criado uma identidade junto ao CRPO e pelas muitas amizades na região”, diz. “Sinto-me honrada em ser a primeira mulher sargento do CRPO Vale do Caí. Não esperava por isso e fiquei surpresa, mas é uma honra representar as mulheres”, comemora, ressaltando que é fruto de muito estudo e do apoio da família, colegas e amigos. “Só tenho a agradecer. Gratidão é a palavra. Foi o que ressaltei em minha oratória na formatura”, completa.

0 Comentários

Deixe um Comentário

20 + 18 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página