Elias Silvestre foi preso na última sexta-feira - Reprodução/FN

A Brigada Militar e a Polícia Civil confirmaram a prisão de Elias dos Santos Silvestre, de 39 anos, acusado de matar a menina Jordana Tamires Christ Watthier, de 13 anos, no domingo de Páscoa em Bom Princípio. Segundo informações, ele teria se entregado para a Brigada Militar em Teutônia, no Vale do Taquari, e está sendo encaminhado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Lajeado.

A Polícia já vinha fazendo buscas em Teutônia, onde têm parentes. E devido ao cerco se fechando, teria decidido se entregar. Ele estava com prisão preventiva decretada pela Justiça. Mas estava desde o dia do crime, após a vítima ser encontrada morta na margem da RS 122, altura de Santa Teresinha, na tarde de domingo. O carro do acusado, um Fiat Uno, tinha sido localizado no final da tarde de domingo próximo da Estação Rodoviária de Montenegro, com seu celular e chaves do veículo no interior do automóvel. A Polícia suspeitou que tivesse fugido de ônibus, mas não se sabia o rumo.

A perícia confirmou que a menina foi morta por asfixia (estrangulamento) e o corpo apresenta também sinais de violência sexual (estupro). Conforme a Polícia, o acusado já esteve preso anteriormente e tem antecedentes criminais por outros três crimes sexuais, inclusive contra duas menores, além de um roubo. Foi condenado a 12 anos de prisão e estava em liberdade condicional.

Assim que chegar na Delegacia, deverá ser tomado o depoimento do acusado e depois será recolhido para o sistema prisional.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here