Nova previsão para a conclusão das rótulas da RSC 287: até 15 de novembro

EGR alega que chuva atrasou o término dos trabalhos - Crédito: Raphael Nunes/EGR

A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) informa que a pavimentação asfáltica da travessia urbana de Montenegro, na RSC-287, está sendo executada e que as etapas finais contemplam a implantação da sinalização horizontal e vertical.

Em virtude das chuvas, a EGR informa que a finalização das obras está programada para a primeira quinzena de novembro, previsão que depende também das condições climáticas. A previsão inicial para conclusão era entre agosto e setembro, passando depois para outubro e agora foi adiada para novembro. O importante é que a obra seja concluída o quanto antes, já que se trata de uma reivindicação de mais de 40 anos dos moradores e usuários do trecho, principalmente em razão dos inúmeros acidentes já ocorridos, inclusive com mortes e pessoas feridas.

Obras têm causado bloqueios no trânsito
– Crédito: Prefeitura

Nos últimos dias foi executado o asfaltamento da via lateral e a construção dos canteiros nas obras. Ainda falta muito para ser feito, mas conforme o diretor técnico da EGR, Luís Fernando Vanacôr, a parte mais demorada da obra já foi feita, como a terraplenagem para a construção das vias laterais e também a drenagem. Ele cita que agora com o início do novo asfalto e construção dos canteiros a velocidade da obra será maior.

As duas rótulas vão ser construídas nos cruzamentos da RSC 287 com a Rua Ramiro Barcelos (Trevo do Ipiranga) e com a Rua Coronel Antônio Inácio (Trevo da Renauto), no trecho do bairro Santo Antônio. Segundo Vanacôr, antes eram rótulas vazadas, que permitiam a passagem dos veículos pelo centro da rodovia. Com as obras passarão a ser rótulas cheias, em que os motoristas terão que contornar, sendo obrigados a reduzir a velocidade. Além disso, quem for atravessar não precisará mais cuidar dos dois lados. Como terão os refúgios junto aos canteiros, passará uma pista e depois a outra, facilitando bastante a travessia. E ainda terão as vias laterais em todo o trecho. Além disso, para facilitar a travessia dos pedestres e ciclistas, deverão ter faixas elevadas (lombadas), obrigando os motoristas a reduzirem a velocidade. E como terão os canteiros centrais, quem for cruzar caminhando ou pedalando pode atravessar até o centro e depois passar a outra pista.

Devido às obras estão ocorrendo bloqueios e mudanças no trânsito, como nas ruas próximas da estação rodoviária. Os motoristas devem ficar em alerta no trecho, com atenção especial, já que tem homens trabalhando e máquinas no local. A iluminação pública foi desligada e as lombadas eletrônicas removidas. Para atravessar o cuidado deve ser ainda maior, já que trechos estão sem asfalto e com buracos.

0 Comentários

Deixe um Comentário

19 + 13 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página