MP pede impugnação da candidatura de Paulo Azeredo, que tem 7 dias para se defender

A Câmara de Vereadores de Montenegro recebeu ofício ontem, quarta-feira, dia 24, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), para que encaminhe num prazo de três dias cópia da íntegra do processo referente à cassação do mandato do ex-prefeito Paulo Azeredo, quando do impeachment em 2015. É que o Ministério Público Eleitoral, através da Procuradoria Regional Eleitoral, ingressou com 24 ações de impugnação contestando registros de candidaturas para as eleições de 2022. E na lista consta o nome de Paulo Euclides Garcia de Azeredo, atual vereador e que é candidato a deputado estadual nas eleições de 2 de outubro deste ano pelo PDT. As ações ainda serão julgadas pelo TRE.

O vereador Paulo Azeredo tem sete dias para se manifestar visando garantir o seu registro de candidatura. “Já estamos providenciando a nossa defesa. É a terceira vez que isso acontece”, diz Azeredo, lembrando que em duas vezes anteriores assumiu como vereador, inclusive sendo o mais votado na última eleição para a Câmara de Montenegro. Entretanto, em 2018, quando concorreu pela última vez para deputado estadual, seus votos não foram validados. Azeredo se diz otimista e afirma ter a certeza de que sua candidatura será confirmada.

Paulo Azeredo foi o último deputado estadual eleito no Vale do Caí. Azeredo foi cinco vezes deputado estadual, além de prefeito e duas vezes vereador. Neste ano chegou a colocar o nome à disposição para concorrer a governador, mas depois optou por se lançar novamente para uma cadeira na Assembleia Legislativa.

0 Comentários

Deixe um Comentário

14 − sete =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página