Mesmo sendo uma rodovia estadual, município vai realizar melhorias com recursos próprios para aumentar a segurança na travessia - Arquivo/FN

Mais um passo importante foi dado para que os problemas da falta de segurança na travessia da RSC 287 no trecho de Montenegro possam finalmente ser resolvidos.

O secretário estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella, sinalizou que vai autorizar o município nos próximos dias a executar as obras na rodovia, seguindo o projeto da própria EGR, com parte das adaptações sugeridas pela estudante de engenharia civil Nicole Streit.

Reunião ocorreu hoje em Porto Alegre com secretário dos transportes do Estado e presidente da EGR
– Crédito: ACOM/Prefeitura

Uma comitiva esteve na secretaria, em Porto Alegre, nesta quarta-feira, dia 20. O vice-prefeito Cristiano Braaatz, o gestor de contratos e convênios Silvio Kael e o diretor de captação de recursos Rafael Cruz representaram o poder executivo. Os vereadores Camila Carolina (REPUBLICANOS), Gustavo Oliveira (PP), Ari Müller (PP), Felipe Kinn (MDB) e Paulo Azeredo (PDT) também participaram do encontro. O presidente da EGR, Urbano Schmidt e o engenheiro Luis Fernando Vanacor acompanharam o secretário do estado.

De forma objetiva, Cristiano disse que o município espera obter a autorização do estado para que a obra seja feita com recursos próprios. “Esta é uma demanda de muitas décadas. E nós queremos e vamos resolver”, disse o vice-prefeito.

Costella elogiou a coragem dos novos gestores do município e disse que a autorização deve ser dada nos próximos dias. “Vocês vão fazer a diferença em Montenegro, Cristiano”, avaliou o secretário. Um termo de convênio deve ser assinado na próxima semana com a autorização formal para que o município possa iniciar as obras.

O prefeito Gustavo Zanatta inclusive já determinou a destinação de grande parte do superávit do orçamento de 2020 para as obras na rodovia, incluindo a construção de rótulas no trecho do bairro Santo Antônio, junto aos trevos do Ipiranga e Renauto, além da inclusão de faixa de pedestres e redutor de velocidade. A Prefeitura também estuda a construção de passarela, como junto da entrada do bairro Panorama. Mas o primeiro passo é a autorização do Estado para poder realizar as intervenções na rodovia, que é estadual.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here