Celebrar e conscientizar sobre o bem mais importante do planeta. Esses são alguns dos objetivos da programação do Dia Mundial da Água em Montenegro. A data, 22 de março, terça-feira, contará com ações especiais em espaços públicos nos dias 22 e 26 deste mês.
O evento é promovido pela Prefeitura de Montenegro, por meio das secretarias de Meio Ambiente (SMMA) e Indústria, Comércio e Turismo (SMIC), e conta com as parcerias da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), JBS, Comando Ambiental da Brigada Militar, Ecocitrus, Limitless – Stand Up Paddle e Remadores Montenegro. Na data oficial, a Praça Rui Barbosa receberá diversas atividades, como entrega de jornais sobre a preservação da água, doação de mudas nativas, conscientização da população, entrega de cronograma da coleta seletiva, apresentação do tratamento de água da Corsan, entre outras. A ação ocorre das 9h às 16h.
Já no dia 26, a celebração será no Porto das Laranjeiras no turno da manhã, das 8h30 às 11h30. As atividades desenvolvidas, com apoio dos parceiros, serão a limpeza da orla do Rio Caí, doação de mudas e entrega de materiais informativos. Segundo o chefe do serviço de Educação Ambiental da SMMA, Ronei Cavalheiro, que é um dos organizadores do evento, será um dia especial para alertar a população da importância no cuidado do consumo da água. Ronei enfatiza que a conscientização deveria ocorrer todos os dias, mas que a programação será uma forma de chamar a atenção da comunidade para o problema do consumo excessivo.
“Pequenas ações, como não deixar a torneira ligada ao lavar a louça, economizar água ao limpar o carro e tomar banhos mais rápidos já ajudam para que, futuramente, esse bem não falte nas nossas casas”, enfatiza Ronei. Segundo o servidor, em 5 minutos de banho se consome, em média, 45 litros de água. Quem fica 30 minutos lavando o carro, por exemplo, gasta cerca de 500 litros. “É importante que todos pensem nas novas gerações. Estudos mostram, inclusive, que em 2050 cerca de 5 bilhões de pessoas não vão ter água potável”, explica. Conforme Ronei, além da economia de água, a preservação das nascentes e a implantação de cisternas para captar água da chuva são boas ideias para evitar o gasto excessivo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here