Funcionamento de bares, restaurantes e outros estabelecimentos está proibido a partir das 22h - Crédito: BM

Começa a valer na noite deste sábado, dia 20, a norma do decreto estadual suspendendo de forma geral as atividades entre 22h e 5h. A medida é válida em todo o território gaúcho, independente da bandeira, até 1º de março.

As forças de segurança já receberam orientação para atuar na fiscalização, combatendo aglomerações e vedando o funcionamento dos estabelecimentos não autorizados. O governador Eduardo Leite explica que não é toque de recolher e nem lockdown, mas buscar um controle mais rigoroso no controle da pandemia, já que o Estado vive o pior momento do contágio do coronavírus, com a alta nos casos, internações e mortes. No Vale do Caí todos os municípios estão em bandeira preta, podendo adotar protocolos de laranja em razão da cogestão ou no caso de não ter tido mortes e internações nos últimos 14 dias. Mais do que nunca é importante reforçar as medidas de prevenção, com o distanciamento, evitando aglomerações, além de uso de máscara, higiene e limpeza.

A Brigada Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Conselho Tutelar e a fiscalização das Prefeituras já vem agindo mesmo antes dos municípios entrarem em bandeira preta. Festas foram encerradas, boates fechadas, aglomerações em praças desfeitas e pessoas inclusive encaminhadas para a Delegacia de Polícia. E agora a fiscalização será intensificada. Denúncias podem ser encaminhadas diretamente para o telefone 190 da Brigada, mesmo de maneira anônima. “Ontem já fizemos algumas operações”, destaca o capitão Luis Henrique Suzin, que está respondendo pelo comando do 27º BPM, com sede em São Sebastião do Caí e que abrange vários municípios da região. “A partir das 22 horas não serão permitidos estabelecimentos comerciais abertos”, alerta, ressaltando também o combate as aglomerações, seguindo as normas estabelecidas pelo Estado. Na noite de ontem a Brigada e a fiscalização da Prefeitura de Tupandi já acabaram com uma festa em Arroio das Pedras. O mesmo já ocorreu em outros locais e também dispersando aglomerações em praças e festas clandestinas.

Nos municípios que abrangem o 5º BPM, com sede em Montenegro, a fiscalização também será intensificada. “Vamos intensificar a fiscalização com o apoio da Prefeitura, orquestrando ações que visam o cumprimento das medidas sanitárias por ocasião de restrições mais severas”, ressalta o comandante do policiamento, tenente Augusto de Souza. A Prefeitura de Montenegro informou que a Guarda Municipal e a Defesa Civil também estarão nas ruas, a partir das 22h, juntamente com a BM.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here